mulher de máscara
Marcos Corrêa/PR
Primeira-dama Michelle Bolsonaro

A avó materna da primeira-dama Michelle Bolsonaro morreu nesta quarta-feira (12) por complicações da Covid-19 . Maria Aparecida Firmo Ferreira, de 80 anos, estava internada desde o dia 1º de julho. A idosa não mantinha contato com a neta nem com a família do presidente Jair Bolsonaro.

Maria Aparecida foi levada para o Hospital Regional de Ceilândia (HRC) em 1º de julho, após ser encontrada por populares caída na rua e com falta de ar. Em seguida, com a piora do seu quadro de saúde, ela foi encaminhada para outro hospital público do Distrito Federal, o Regional de Santa Maria (HRS), onde ficou durante um mês em uma unidade de terapia intensiva. Após apresentar melhora, a idosa voltou para o HRC, onde acabou morrendo ontem.

Ao dar entrada no hospital, segundo reportagem do site G1, Maria Aparecida disse que há 15 dias apresentava sintomas como tosse seca, febre, coriza, falta de apetite, falta de ar progressiva e dor abaixo das costelas. A avó da primeira-dama morava no Sol Nascente, periferia da capital. Junto com Ceilândia, a região tem o maior número de infecções pela Covid-19 no Distrito Federal.

Desde que a idosa foi internada, o Palácio do Planalto e a primeira-dama não se pronunciaram sobre o assunto. Após a confirmação da morte de Maria Aparecida, também não houve manifestações do governo nem de Michelle até o fechamento desta edição.

Na noite desta quarta-feira, o presidente Bolsonaro conversou com jornalistas sobre assuntos econômicos. Ele citou a pandemia do novo coronavírus logo no início da sua fala, mas não se pronunciou sobre a morte da avó de sua mulher e bisavó da sua filha caçula.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários