Ex-presidente Lula em 2019 no Sindicato dos Metalúrgicos
RICARDO STUCKERT / PT
Ex-presidente Lula em 2019 no Sindicato dos Metalúrgicos

A presidente nacional do Partido dos Trabalhadores , deputada federal Gleisi Hoffmann (PT-PR), afirmou na manhã desta terça-feira (9) que deseja que o ex-presidente Lula seja o candidato presidencial da sigla em 2022. O petista, no entanto, não pode concorrer devido a Lei da Ficha Limpa, que impede que condenados em segunda instância se candidatem.

Leia também

"Nós gostaríamos muito, porque eu acho que ele merece esse julgamento das urnas", afirmou Gleisi em entrevista ao UOL . Contudo, para que Lula possa se candidatar seria necessário a anulação dos processos em que o petista foi condenado em segunda instância – os casos do sítio em Atibaia e tríplex no Guarujá.

Em abril, Lula afirmou que não tem intenção de disputar a próxima eleição presidencial , apenas ajudar o partido a encontrar um candidato e servir de cabo eleitoral.

"Tem que perguntar pra ele também se ele quer ser, mas o que nós [PT] defendemos é que Lula tenha seus direitos políticos resgatados, e aí ele define se ele quer ou não concorrer às eleições", afirmou  Gleisi .

Em 2018, Lula tentou se canditar , mas foi impedido devido à Lei da Ficha Limpa .

"Se ele for candidato, nós vamos trabalhar para que Lula ganhe e governe o Brasil. O Lula mexe muito com as mentes e os corações da maioria do povo brasileiro", afirmou Gleisi.


    Leia tudo sobre: Lula

    Veja Também

      Mostrar mais