Fábio Wajngarten
Agência Brasil
Chefe da Secretaria de Comunicação da Presidência, Fábio Wajngarten

Secretário de Comunicação, Fábio Wajngarten negou, na noite desta quarta-feira (3), que houve  investimento em sites de Fake News por parte da Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) e criticou o jornal O Globo que divulgou um relatório da CPMI das Fake News que alega esse investimento.

Leia também: "Secom não será usada": Governo nega anunciar em sites de Fake News

Ao negar a reportagem que divulgava as informações do relatório da  CPMI das Fake News , Wajngarten afirmou que "matéria essa amplamente repetida por um único grupo de comunicação, que notoriamente ataca o governo. A matéria se repetiu hoje mais do que o Vale a Pena Ver de Novo." 

"Não é verdade a narrativa de hoje.  Na Secom do presidente bolsonaro não há desvios. Não há favorecimento de a. b ou z. A Secom preza a tecnicidade e a economicidade."

Leia também: Deputados acusados no inquérito das fake news dizem ao STF que não vão depor

Veja o pronunciamento completo da Secom sobre os anúncios em sites de Fake News :



    Veja Também

      Mostrar mais