bolsonaro
Jorge William / Agência O Globo
Governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) publicou mais de 650 mil anúncios em canais de fake news

O Governo Federal publicou 653.378 anúncios em 47 canais de notícias falsas segundo o levantamento realizado pela CPMI das Fake News . Os dados analisados abrangem canais que mais veicularam inserções da campanha "Nova Previdência" entre 6 de junho e 13 de julho de 2019.

Leia também: Deputados acusados no inquérito das fake news dizem ao STF que não vão depor

O documento foi produzido por consultores legislativos com base em informações enviadas pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom), pelo Serviço de Informação ao Cidadão (e-Sic). O relatório foi revelado pelo jornal O Globo.

"Destaquem-se, por exemplo, os sites Jornal 21 Brasil (84.248 impressões), Imprensa Viva (65.661 impressões), Gospel Prime (44.750), Diário do Brasil (36.551 impressões) e Jornal da Cidade Online (30.508 impressões)", diz um trecho do documento.

O portal "Sempre Questione" está entre os que mais veiculou fake news , com 66.431 impressões. Canais que serviam para promover a imagem do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) também tiveram anúncios.

"Nesta categoria, podemos citar o canal de youtube Bolsonaro TV e os aplicativos para celular "Brazilian Trump", "Top Bolsonaro Wallpapers" e "Presidente Jair Bolsonaro", esclarece o relatório.

Leia também: STF vota dia 10 legalidade do inquérito sobre fake news

Anúncios do Governo Bolsonaro também foram identificadas em canais de conteúdo inadequado. "Além disso, é muito difícil ou mesmo impossível identificar os proprietários da maior parte dos canais que recebem anúncios do Governo Federal por meio do Google Adsense, algo que põe em risco a avaliação do cumprimento dos requisitos legais necessários para que uma entidade se habilite como fornecedor de um produto ou um serviço ao Poder Público", diz o documento.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários