Doria comentou os pedidos de impeachment arquivados pela Alesp
Governo de São Paulo / Divulgação
Doria

Em coletiva nesta segunda-feira (1), Doria foi perguntado pela jornalista Eduarda Esteves, do iG , sobre os processos de impeachment motivados por algumas decisões do governador em relação ao enfrentamento ao novo coronavírus (Sars-Cov-2). Segundo ele, os pedidos arquivados não chegaram a causar preocupação, pois "quem não deve, não teme".

"Nenhum problema. Os pedidos foram de ordem política, e não de ordem técnica. O governo do estado de São Paulo não tem nada a temer. Por razões também de ordem técnica, eles foram arquivados pela Assembleia Legislativa de São Paulo", afirmou.

Veja também: Estamos sofrendo a maior agressão à democracia desde a ditadura, diz Doria

O governador também foi questionado se modificará algumas ações para evitar novos pedidos.

Veja mais: Mortes por Covid-19 chegam a 7,6 mil no estado de São Paulo

"As outras medidas nós já adotamos; primeiro, convidando o ministério público para acompanhar todas as aquisições de respiradores e outros produtos neste período de calamidade pública, mesmo sem o processo licitatório, como estabelece a legislação, e também o tribunal de contas do estado de São Paulo e mais a corregedoria", disse. "São três órgãos, um do estado e dois independentes [...] Os três estão acionados e cumprindo os seus respectivos papéis. Quem não deve, não teme."

    Leia tudo sobre: impeachment

    Veja Também

      Mostrar mais