Lula
Agência Brasil
Lula afirmou que tentou exaltar o SUS, mas que foi infeliz na declaração.

Durante entrevista à rádio Brasil de Fato, o ex-presidente Lula pediu desculpa às pessoas que se sentiram ofendidas com a própria declaração dada está manhã, a qual ele mesmo chamou de "frase infeliz". Na ocasião, Lula, ao defender o Estado, disse " ainda bem que natureza, contra a vontade da humanidade, criou esse monstro chamado coronavírus .".

Leia também: Pastor pode se tornar candidato do PSOL à prefeitura do Rio após saída de Freixo

Na entrevista, Lula disse que sua declaração tinha como objetivo expor que a importância do SUS só foi percebida durante uma crise. Entretanto, o ex-presidente reconheceu que a frase não foi adequada ao momento. Confira o pedido de desculpas:

"Eu, na verdade, em vez de falar a palavra ‘ainda bem’ se tivesse falado a palavra ‘infelizmente’ não teria nenhum problema. Eu tentei explicar que, depois de tanto desprezado, o SUS, desde sua constituição em 1988, é no auge de uma crise que a gente descobre a importância de uma instituição pública. Foi isso que eu tentei dizer em uma frase totalmente infeliz, uma frase que não cabia.", afirmou Lula, que completou:

Se alguma pessoa ficou ofendida, se um dos 210 milhões de brasileiros se sentiu ofendido, todo mundo sabe que eu acho que a palavra desculpa foi feita para a gente utilizar com toda humildade, porque eu sou um ser humano movido à coração e sei o sofrimento que causa a pandemia, sei o sofrimento que causa a pessoa ver seus parentes enterrados sem poder sequer acompanhar".

Leia também: Manifestantes pedem "Fora Bolsonaro" no Planalto e geram tumulto com governistas

Além de se desculpar, Lula também criticou os veículos jornalísticos, dizendo que alguns deles teriam deturpado suas falas. "Eu não posso aceitar a má fé de quem, a partir daí, achou que eu estava comemorando a pandemia.", afirmou. 

    Leia tudo sobre: Lula

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários