São cerca de 700 alunos do RenovaBR que, como a Bárbara (PDT-MG), se mobilizaram em suas cidades para combater a Covid-19
Divulgação/RenovaBR
São cerca de 700 alunos do RenovaBR que, como a Bárbara (PDT-MG), se mobilizaram em suas cidades para combater a Covid-19

Pré-candidatos do RenovaBR, iniciativa de renovação política que funciona como uma escola para novos políticos, estão desenvolvendo projeto de prevenção e combate à Covid-19 em mais de 330 cidades. A ação faz parte da conclusão de um dos cursos da iniciativa e contou com a participação de cerca de 700 alunos, que pretendem concorrer às eleições municipais deste ano. A deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) é uma dos 17 ex-alunos do programa que se elegeram nas eleições de 2018.

Leia também: Covid-19: governo alerta para aumento de óbitos interior de SP

"O Renovar o Brasil [curso do  RenovaBR ] é uma oportunidade de colocar na prática um dos ideais que a escola acredita: a utilização da política como ferramenta de mudar e melhorar a realidade da população. Mais de 332 cidades impactadas neste ano de 2020, com projetos de diversas áreas focadas no combate ao coronavírus”, explica o fundador do RenovaBR, Eduardo Mufarej.

Estão sendo realizados cerca de 600 projetos espalhaos por cidades de  todo o país. As ações são os trabalhos de conclusão (TCC) dos alunos que participaram do curso de duração de três meses. Há iniciativas de compartilhamento de wi-fi, fabricação de máscaras e assistência jurídica gratuita para receber o auxílio emergencial.

Conheça alguns dos projetos:

Bárbara Santos (PDT-MG) transformou o cabeleiro de sua família em sala de costura para produzir máscaras
Divulgação/RenovaBR
Bárbara Santos (PDT-MG) transformou o cabeleiro de sua família em sala de costura para produzir máscaras

A mineira Bárbara Santos ( PDT -MG) é uma das alunas do RenovaBR que se mobilizou durante a crise sanitária que o país vive. Ela pretende concorrer à Prefeitura de Bela Vista de Minas e transformou o cabeleireiro de sua família em sala de costura para fabricar máscaras que são distribuídas em comunidades vulneráveis da região.

Leia também: Doria promete afrouxamento da quarentena em SP a partir de junho

Santos conseguiu reunir 50 voluntários e juntos produziram quatro mil máscaras para o projeto nomeado “Mobiliza Bela Vista de Minas ” . A jovem definiu a ação como "um trabalho colaborativo de pessoas comuns para fazer a diferença"

França faz parte do movimento social indígena em Campo Grande
Divulgação/RenovaBR
França faz parte do movimento social indígena em Campo Grande

Já o projeto de Maurício França ( REDE -MT), que deseja concorrer a vereador em Campo Grande, oferece assistência jurídica para indígenas que estão com dificuldade em receber o auxílio emergencial da Caixa Econômica Federal. Além disso, ele arrecadou e irá distribuir 160 máscaras e alimentos para a comunidade indígena paravá.

Você viu?

“Depois de Manaus, Campo Grande é a segunda capital do país com mais comunidades indígenas em contexto urbano. Meu pai era indígena e faço parte do movimento social indígena", afirma França.

Os projetos de Danilo Degra
Divulgação/RenovaBR
Os projetos de Danilo Degra

O professor Danilo Degra (PRB-RO), que quer se candidatar a vereador em Cacoal, está desenvolvendo um projeto para pessoas ou empresas compartilharem seus wi-fis para alunos sem internet conseguirem estudar. O projeto conseguiu atingir diversas cidades de Rondônia.

"O Projeto Educação Solidária tem o objetivo de reduzir os impactos da Covid-19 sobre a educação, democratizar o acesso ao ensino remoto com a campanha “Wi-Fi Solidário” e estamos agora fazendo um levantamento e cadastro de professores que precisam de formação tecnológica para o planejamento e execução das aulas online com voluntários que estão fazendo tutorias online”, diz Degra.

Keyla Avila - RenovaBR
Divulgação/RenovaBR

O projeto de Keyla Avila

A presidente do partido Patriotas no município de Ponta Grossa (PR), Keyla Avila criou uma ação para ajudar o comércio local criando um catálogo para divulgar empresas e produtos.

"Cada um contribuindo, criamos uma grande união e nos tornarmos gigantes, nossa meta é atingir toda a cidade e conscientizar. Todos compartilhando, multiplicamos e pontecializamos a ação”, diz Avila, que deseja concorrer na eleição em seu município, mas ainda não definiu o cargo.

Alessandro Passos quer concorrer a vereador
Divulgação/RenovaBR
Alessandro Passos quer concorrer a vereador


Em Maceió , o advogado Alessandro Passos (REDE-AL), que deseja concorrer como vereador na capital alagoana, começou a mobilizar nas redes sociais uma campanha de doação de sangue, já que o estoque estava baixo nos hospitais da cidade.

Alesp aprova projeto geral de combate à Covid-19; auxílio será concedido

"Com a minha ação eu tenho a oportunidade de estimular pessoas a doarem sangue, contribuindo para a normalização desse estoque tanto para atender necessidades diárias de sangue quanto o esperado aumento de demanda por conta da pandemia”, conta o aluno do RenovaBR .


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários