Devido a pandemia,Senado Federal vem trabalhando remotamente
Senado Federal
Devido a pandemia,Senado Federal vem trabalhando remotamente

Os líderes partidários do Senado Federal decidiram cancelar o recesso parlamentar que ocorreria no meio deste ano, 18 a 31 de julho, devido à pandemia de Covid-19. Decisão foi tomada em uma reunião por videoconferência com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), na manhã desta segunda-feira (18).

Leia também: Fechados com o capitão: O que afasta e o que aproxima Bolsonaro de seus ministros

"A decisão foi tomada por entendermos que o Legislativo precisa continuar trabalhando para amenizar os efeitos negativos da pandemia da covid-19", escreveu o presidente do Senado em seu Twitter.  O cancelamento foi sugerido por Alcolumbre e acatado pelos líderes parlamentares, segundo relatos ouvidos pelo portal  G1 .

Os senadores têm direito, conforme seu regimento, a dois recessos por ano. Um entre 23 de dezembro e 1º de fevereiro e outro, no meio do ano, entre 18 a 31 de julho. 

Você viu?

Leia também: Paulo Marinho diz ter provas do vazamento da PF para Flávio Bolsonaro

Na reunião, também foi decidido adiar o retorno presencial ao Senado , que estava previsto para 15 de junho. Agora, os parlamentares esperarão até a última semana de junho para decidir se voltaram a ter sessões presenciais em Brasília em julho ou agosto.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários