Fabio Ricardo Ciavolih Mota também foi chefe da comunicação da PF no Rio por três anos
Agência Brasil
Fabio Ricardo Ciavolih Mota também foi chefe da comunicação da PF no Rio por três anos

O delegado da Polícia Federal (PF) Fabio Ricardo Ciavolih Mota foi nomeado, nesta segunda-feira (18), para ser chefe da Divisão da Comunicação Social do Gabinete da PF, cargo que ocupava até abril de 2019, quando deixou a corporação para assumir cargos no governo Bolsonaro. Mota também foi chefe da comunicação da PF no Rio por três anos.

Leia também: Fechados com o capitão: O que afasta e o que aproxima Bolsonaro de seus ministros

Mota afirma que foi convidado pelo diretor-geral da PF , Rolando Alexandre de Souza, para voltar ao cargo. A nomeação foi publicada nesta segunda no Diário Oficial com a assinatura de Souza.

Os dois se conheceram na primeira vez em que Mota foi chefe da comunicação da PF , entre junho de 2018 e abril de 2019, e Souza era superintendente em Alagoas. 

O delegado afirmou ao G1 que aceitou a posição por ser um cargo que já exerceu e que contribuiria para sua aposentadoria, já que sua função no Planalto não contava para a previdência.

Você viu?

Mota trabalhou por 17 anos na PF e 23 como servidor público. Ele conta que foi convidado para trabalhar no governo Bolsonaro em abril de 2019, mas nega ter alguma relação direta ou proximidade com o Planalto .

O delegado foi exonerado do governo no último dia 12. Ele havia sido nomeado em 2 de abril como assistente do Departamento de Pesquisa da Secretaria de Publicidade e Promoção da Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) da Presidência, permanecendo na posição por cerca de um mês.

Leia também: Paulo Marinho diz ter provas do vazamento da PF para Flávio Bolsonaro

Desde outubro do ano passado, ele executava a função de assessor da Secretaria-Executiva da Secretaria de Governo , onde chegou a participar do grupo que discute medidas econômicas do governo para amenizar os efeitos da pandemia de Covid-19.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários