Bolsonaro cala a boca
Reprodução
Ação de Bolsonaro foi comparada ao de general da ditadura

A ex-deputada federal e jornalista Manuela d'Ávila (PCdoB) publicou em seu Twitter na tarde desta terça-feira (5) um vídeo em que compara uma ação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na manhã desta terça, ao do general da ditadura Newton Cruz, que ficou conhecido por ter ordenado "cala a boca" a um jornalista e o agredido ao vivo. Nesta terça, Bolsonaro disse "cala a boca, não te perguntei nada" a jornalistas em uma coletiva em frente ao Palácio da Alvorada.

Leia também: Fechado com o capitão: O que afasta e o que aproxima Bolsonaro de seus ministros

"A história se repete, a primeira vez como tragédia e a segunda como farsa. Ameaça à liberdade de imprensa e agressão aos jornalistas, já vimos isso no passado e não podemos permitir que se repita novamente", escreveu Manuela sobre a ação de Bolsonaro ao compartilhar o vídeo no seu Twitter.

Bolsonaro também foi criticado por outros opositores, que também viram semelhanças em seu ato ao do general. Deputada federal do Rio Grande do Sul, Maria do Rosário (PT) afirmou que "Assim como o general Newton Cruz na ditadura, Bolsonaro mostra que é autoritário, tem desprezo pela democracia e não consegue conviver com a imprensa livre".

Em 17 de dezembro de 1983, momento em que o Brasil era governado pela  ditadura militar , o general Newton Cruz convocou uma coletiva de imprensa, onde criticou as publicações jornalisticas da época, afirmando que eles estavam publicando mentiras.

Na coletiva, o jornalista Honório Dantas realizou uma pergunta que irritou o general e também manteve seu gravador muito próximo do rosto do militar, que o respondeu dizendo “cale a boca, deixa eu falar e desligue essa droga”. Ao não ser obedecido, o general realizou uma chave de braço no pescoço do repórter e afirmou "peça desculpas, moleque", só o liberando após ouvir a frase do jornalista. A ação de Newton Cruz se tornou um dos principais símbolos da repressão da ditadura. 

Leia também: Leia também: Fake news é ferramenta política de Bolsonaro, diz cientista política

Assista ao vídeo que compara a ação de Bolsonaro com a do general da ditadura:




    Veja Também

      Mostrar mais