gilmar mendes
-
Gilmar Mendes, ministro do STF, comentou a relação política de Moro e Bolsonaro

Em entrevista a Rádio Gaúcha na sexta-feira (1), o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes comentou o inquérito contra Sergio Moro e a relação do ex-ministro da justiça com o presidente da república, Jair Bolsonaro.

"A Lava-Jato é a mãe do bolsonarismo", afirmou Mendes. "Ele [Moro] estava muito próximo desse movimento político, tanto é que na eleição, no segundo turno, ele faz aquele vazamento das confissões, das delações do Palocci. A quem interessava isso? Interessava ao adversário do PT", disse o ministro.

Leia ainda:  Entenda quais são as acusações de Moro contra Bolsonaro

Mendes comentou também que, quando Moro aceitou o cargo de ministro oferecido por Bolsonaro, questionou-se a "correição ética desse gesto".

O ministro diz que as escolhas de Moro foram arriscadas porque o ex-ministro estava "muito próximo desse movimento político" (bolsonarista).

Mendes destacou que Moro teve "sucessivas derrotas" enquanto esteve presente no governo Bolsonaro, como a vez em que convidou a cientista política Ilona Szabó de Carvalho para assumir um cargo de suplente no Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP), e teve que voltar atrás na indicação em razão de críticas feitas por bolsonaristas.

Veja também:  Sérgio Moro em Curitiba: o que já se sabe sobre o depoimento



    Veja Também

      Mostrar mais