André Luiz de Almeida Mendonça
Creative Commons
André Luiz de Almeida Mendonça substituirá Sergio Moro no Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Durante sua posse como novo ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça realizou um discurso de tom religioso, elogiou o presidente Jair Bolsonaro e agradeceu aos profissionais de segurança. O ministro recém-empossado também reverenciou o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Jorge Oliveira - que foi cotado para assumir a pasta.

Leia também: Bolsonaro diz que não desistirá de Ramagem na PF

Em seu discurso, Mendonça prometeu assumir compromissos com a sociedade. Ao se comprometer com o combate à criminalidade e a corrupção, o ministro elogiou Bolsonaro, chamando-o de " profeta no combate à criminalidade ". Ao final de sua fala, Mendonça também prestou continência ao presidente.

Outro ponto de destaque do discurso foi a homenagem aos oficiais de segurança pública. Além de agradecer aos profissionais, Mendonça disse que o governo irá fornecer retaguarda jurídica aos agentes.

"Vamos buscar dar retaguarda jurídica . Temos que reconhecer o valor dos agentes de segurança e vamos trabalhar pra esse fortalecimento, dando princípios de autonomia, independência técnica, responsabilidade, prestação de contas, transparência e controle.", disse Mendonça.

Leia também: Com decisão de Moraes, PF fica sob comando de Disney Rosseti, indicado por Moro

No começo de seu discurso , no qual agradeceu seus familiares e personalidades do governo, Mendonça também elogiou o ministro Jorge Oliveira, que foi aplaudido de pé pelos presentes na cerimônia.

    Veja Também

      Mostrar mais