Bolsonaro
Agência Brasil
Presidente Jair Bolsonaro resolveu comentar impedimento de posse de Ramagem.

Durante a posse de André Mendonça como o novo ministro da Justiça e Segurança Pública, o presidente Jair Bolsonaro disse que não irá desistir da nomeação de Ramagem para a direção-geral da PF. "Tenho em mente que esse sonho, meu e dele, se concretizará", afirmou  Bolsonaro.

Leia também: Com decisão de Moraes, PF fica sob comando de Disney Rosseti, indicado por Moro

Em pronunciamento feito após o discurso de posse de Mendonça, Bolsonaro disse que a decisão de barrar a nomeação, tomada pelo Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes , foi monocromática.

"Respeito o poder judiciário, respeito as suas decisões; mas nós, antes de tudo , respeitamos a nossa constituição. O senhor Ramagem , que tomaria posse hoje, foi impedido por uma decisão monocromática de um ministro de um tribunal superior.", afirmou o presidente.

Antes do fim do pronunciamento, Bolsonaro também disse que a Polícia Federal "não persegue ninguém, a não ser bandidos".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários