Marielle Franco
Reprodução/Anistia Internacional
Marielle Franco

A filha da vereadora assassinada em 2018 Marilene Franco (PSOL-RJ), Luyara Santos, criticou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), após ele ter citado a vereadora em um pronunciamento sobre a demissão de Sérgio Moro na tarde desta sexta-feira (24). “Que o senhor presidente LAVE a boca antes de falar da minha mãe!!”, escreveu a jovem em seu Twitter, segundo depois dele ter mencionado Marielle.

Leia também: Bolsonaro acusa Moro de fazer pressão por vaga no Supremo; ex-ministro nega

Em seu discurso, Bolsonaro afirmou que a Polícia Federal estava mais preocupada em investigar a morte da vereadora do que a facada que o presidente levou durante sua campanha eleitoral em 2018. "Será que é interferir na Polícia Federal quase que exigir, implorar a Sergio Moro, quem mandou matar Jair Bolsonaro?”, disse, em referência à frase “quem mandou matar Marielle Franco?”. 

"Entendo, me desculpe senhor ex-ministro: entre meu caso e o da Marielle, o meu está muito menos difícil de solucionar. Afinal, o autor foi preso em flagrante de delito”, disse Bolsonaro em tom de ironia durante o pronunciamento, em que criticava a acusação feita pelo ex-ministro de que Bolsonaro queria intervir na Polícia Federal. “A PF de Sergio Moro mais se preocupou com Marielle do que com seu chefe. [Pessoas] de bem no Brasil querem saber", afirmou o presidente. 

A irmã de Marielle, Anielle Franco, também criticou a fala de Bolsonaro. “Minha irmã não é palco pra você ficar jogando a sua cortina de fumaça. Assuma sua incompetência e falta de ética. Não se compare a ela! Marielle tinha e tem o que o senhor não tem: caráter e valores! Nos poupe!”.

O Instituto Marielle Franco , fundado pela família da vereadora, divulgou uma nota em repúdio à fala de Bolsonaro . “Nós da família de Marielle e do Instituto Marielle Franco manifestamos nosso total desprezo e revolta pela fala do presidente. São 772 dias sem resposta de um crime que assassinou Marielle e até agora nada sobre que mandou matar. Como ousa dizer que existe mais empenho na elucidação do crime contra Marielle do que contra o atentado contra você, senhor presidente?”.

Leia também: Moro teria provas dos crimes que atribui a Bolsonaro

Veja as falas de repúdio feitas pelos familiares de Marielle sobre o pronunciamento de Bolsonaro:





    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários