Joice Hasselmann Moro Bolsonaro arrow-options
Pablo Valadares/Câmara dos Deputados
Deputada Joice Hasselmann

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) publicou em seu Twitter, nesta quinta-feira (23) que cometeu um erro ao acreditar “ao acreditar num projeto de país que se transformou em estelionato eleitoral”, em referência ao apoio que deu ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Agora, a deputada faz campanha para que o ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, se candidate a presidente nas próximas eleições.

Leia também: Moro ameaça deixar governo com troca no comando da PF; Bolsonaro tenta reverter

“Quero gritar aos 4 ventos em 2022: ‘MORO PRESIDENTE!’e me redimir pelo erro que cometi em 2018”, escreveu Joice . Nesta quinta, Moro avisou que se demitiria do ministério, caso Bolsonaro demitisse o diretor-geral da Polícia Federal – nome que foi escolhido pelo ministro. 

“Não tem quem aguente tanta malandragem e autoritarismo”, afirmou a deputada sobre o caso. Para Joice, o diretor-geral da PF “é homem de confiança do Moro e não aceita compactuar com nada ilegal, nem imoral”. A deputada também afirma que Bolsonaro tem ciúmes de Moro , mas que apesar disso sabe que se perder o ministro seria “jogar uma pá de cal no que resta de seu governo”.

Leia também: Saiba quem é Maurício Valeixo, peça central na crise entre Moro e Bolsonaro

“Cadê o combate à corrupção? Cadê a economia liberal? Cadê a democracia plena? BOLSONARO enterrou TUDO”, afirmou Joice , decepcionada como presidente. A deputada era forte apoiado de Bolsonaro, mas se afastou dele após a crise que fez o presidente sair do PSL.





    Veja Também

      Mostrar mais