homem de terno
Agência Câmara
Deputado Marcel Van Hattem

O deputado Marcel Van Hattem (Novo-RS) usou as redes sociais na última sexta-feira (3) para afirmar que parlamentares eram vítimas de golpe que tinha como intuito calá-los diante de votações e aprovações da PEC do Orçamento de Guerra. “Pessoal, é golpe aqui na Câmara dos Deputados, nós estamos em uma ditadura, não tenho medo de dizer isso”, afirmou.

Leia também: Covid-19: Brasil tem taxa de mortalidade maior do que EUA e China

Marcel fez a denúncia após um pedido de questão de ordem feito pelo colega Paulo Ganime (Novo-RJ) ser rejeitado. Paulo iria repassar um pedido de destaque feito pelo Novo para destinar recursos do Fundão Eleitoral à área de saúde, mas teve pedido vetado.

“O que está acontecendo aqui na Câmara é uma vergonha, é a utilização de um sistema remoto de votação para calar os deputados. Os deputados estão em casa, os que estão trabalhando à distância com os microfones fechados, não conseguem se pronunciar”, afirmou.

Leia também: Embaixada da China repudia insinuações de Weintraub: "cunho fortemente racista"

Um vídeo de pouco mais de seis minutos, publicado no dia seguinte à primeira denúncia, seleciona alguns dos momentos da conversa entre deputado e presidente da câmara. Marcel pede que uma questão de ordem seja respeitada e que a fala seja passada a um colega Paulo Ganime.

Maia responde que “quem preside a Câmara sou eu” e Marcel rebate, afirmando que o regimento permitia que a questão de ordem passasse na frente. Veja, abaixo, vídeo divulgado pelo deputado:

Ver essa foto no Instagram

Assista ao vídeo do deputado Marcel van Hattem (NOVO-RS)

Uma publicação compartilhada por Marcel van Hattem (@marcelvanhattem) em


    Veja Também

      Mostrar mais