Boulos e Erundina
Wikimedia Commons
Boulos e Erundina

Os membros do PSOL Guilherme Boulos, um dos líderes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), e Luiza Erundina, atual deputada federal e ex-prefeita de São Paulo, jantam nesta quarta-feira (26) para debater uma possível chapa para disputar as eleições pela Prefeitura da capital paulista.

Leia também: Lula e Boulos são denunciados por invasão do tríplex no Guarujá

Boulos se candidataria à prefeito com Erundina como sua vice, de acordo com a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo . Desde novembro de 2019, o PSOL debate a criação de uma chapa com os dois. Para algumas lideranças da legenda, colocar a ex-prefeita com o líder do MTST seria uma forma de diminuir a resistência do eleitorado paulistano contra ele. 

Além de líder do movimento pelo direito à moradia, Boulos também disputou as eleições presidenciais de 2018, ficando na 10ª posição, com 0,58% dos votos válidos. Ele é professor, formado em filosofia, já participou do movimentou estudantil e entrou no MTST em 2002. É considerado uma das principais lideranças nacionais da esquerda e já foi preso em ações de integração de pose.

Leia também: São Paulo tem 33 ruas que homenageiam personagens e datas da ditadura

Erundina foi a primeira mulher a ocupar a principal cargo da Prefeitura de São Paulo , sendo prefeita entre 1989 e 1993. Ela é assistente social e já foi vereadora, deputada estadual, ministra-chefe da Secretaria da Administração Federal e atualmente é deputada federal. Em 2016, ela disputou a Prefeitura da capital paulista, mas obteve apenas 3,18% dos votos válidos, ficando em quinto lugar.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários