Palácio do Itamaraty
Agência Brasil
Palácio do Itamaraty

A Procuradoria Geral da República (PGR) encaminhou um pedido de extradição de cinco militares venezuelanos para o Ministério das Relações Exteriores (MRE), órgão competente para receber esse tipo de demanda.

Leia também: 35 pessoas morrem pisoteadas em funeral de general iraniano, diz mídia estatal

Na semana passada, a Procuradoria da Venezuela enviou um pedido à PGR brasileira, por email, para que os militares fossem extraditados. Por não ter a atribuição de receber esse tipo de pedido, o órgão encaminhou o documento para o Itamaraty nesta segunda-feira (6). Procurado, o ministério não confirmou se recebeu o pedido.

 Os militares foram localizados no fim de dezembro em uma reserva indígena, em São Marcos, no estado de Roraima. O governo venezuelano os considera culpados por uma invasão a um destacamento da Força Armada da Venezuela em Gran Sabana, no Sul do país, em 22 de dezembro.

Durante a invasão, um militar morreu e fuzis, lança-granadas e mísseis antiaéreos foram roubados, segundo o governo venezuelano. O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, já havia pedido que o Brasil entregasse os venezuelanos. O Itamaraty , por sua vez, comunicou que os venezuelanos iriam solicitar refúgio no Brasil.

Leia também: Prefeitura de município do Rio de Janeiro deu cargo a acusado de chefiar milícia

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários