jair bolsonaro
Isac Nóbrega/PR
Jair Bolsonaro conversou com jornalistas na área da piscina do Palácio do Alvorada neste sábado (21)

O presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido) desejou nesta sexta-feira (21) um "Feliz Natal" aos brasileiros "mesmo sem carne para algumas pessoas". Apesar da falta de proteína animal nos pratos, o país continua com "liberdade", na visão do presidente, que afirma que o Brasil está em situação econômica melhor que outros países, como a Venezuela . Para Bolsonaro, o país vizinho não tem "nem cachorro para comer".

Leia mais: A Bolsonaro diz que veto a juiz de garantias ainda é discutido no pacote anticrime

A declaração foi feita após jornalistas pedirem para que Bolsonaro enviasse uma mensagem de Natal. O presidente informou que "do coração" pretende mudar o país para melhor e que não haveria interesses pessoais nas ações que ele executa. 

"Vamos acreditar no Brasil, pessoal. Feliz Natal é um gesto, um simbolismo. Feliz Natal para você, mesmo sem carne para algumas pessoas aí, mas continua com a liberdade e temos outras opções. Outros países, que não tomaram a devida providência, as medidas na hora certa, hoje em dia não têm nem ovo. Nem cachorro tem para comer, na Venezuela ", disse o presidente.

Leia também: Bolsonaro critica "abuso" do MP em investigação contra o filho Flávio

Além disso, o Jair Bolsonaro afirmou que está mudando o país e que a reforma da Previdência é uma quimioterapia. "Não é fácil para muita gente, mas se não fizer isso aí, quebraria o Brasil".  

O preço carne subiu no país devido ao aumento das exportações de carne para a China e a menor entressafra. Na lista das proteínas que tiveram maior alta de preços está o filé mignon, com acréscimo de 46,49% no valor, o lombo suíno, com 24,2% de alta e a picanha 22,88%. 

    Veja Também

      Mostrar mais