Tamanho do texto

Secretário de transportes de São Paulo apresentou uma queixa-crime contra o senador e o acusa de injúria e difamação por postagens nas redes sociais

Senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) arrow-options
Jefferson Rudy/Agência Senado - 15.8.19
Senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello deu prazo de cinco dias para o senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) se manifestar sobre os ataques a Alexandre Baldy (PP), atual secretário de transportes de São Paulo. As informações são do colunista Robson Bonin, do Radar da Veja. 

Leia também: Kajuru dá novo cargo no Senado para filho de Datena

Baldy apresentou uma queixa-crime contra Kajuru , acusando o senador de injúria e difamação “em virtude de ofensas que teriam sido proferidas pelo congressista, ora querelado, mediante publicações em seu perfil no ‘Instagram’”. 

De acordo com o secretário, Kajuru teria se referido a ele como "bandido", "malandro goiano" e "rei do toma lá da cá". O senador é conhecido por suas polêmicas nas redes sociais e, em seu primeiro mandato, já acumulou três denúncias no Conselho de Ética e Decoro parlamentar.