Tamanho do texto

Presidente, que avalia deixar o atual legenda para ingressar no Partido Militar, estaria satisfeito com vários convites

Ao comentar, neste sábado, sobre a saído do PSL, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que sua atual situação seria semelhante à de uma “menina bonita sem namorado” e que, por isso, estaria satisfeito em “receber vários convites”. 

bolsonaro sorrindo arrow-options
Divulgação
Bolsonaro foi abordado por um grupo de jornalistas na saída da Alvorada

Bolsonaro avalia migrar para o Partido Militar Brasileiro, sigla em fase final de criação, que aguarda apenas a autorização do Supremo Tribunal Eleitoral - TSE. 

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, comissários do presidente foram enviados para estudar a possibilidade e o partido militar tornar-se seu novo destino. Acredita-se ainda que um possível comando do partido esteja em discussão. 

Leia também: Gabinete da família Bolsonaro administra perfis falsos pró-governo, diz Joice

Abordado na saída do Palácio da Alvorada, o presidente da República, porém, negou maiores detalhes sobre o andamento do acordo.

Bolsonaro vive uma série de  divergências internas no atual partido, especialmente com o atual presidente da legenda, Luciano Bivar . Um dos motivos seria o embate pela liderança da sigla e o pelo comando de suas contas.