O deputado Eduardo Bolsonaro participa de sessão na Câmara
Daniel Marenco / Agência O Globo
O deputado Eduardo Bolsonaro participa de sessão na Câmara

Em mais um gesto de hostilidade ao grupo que apoia o presidente nacional do PSL, Luciano Bivar , o novo líder do partido na Câmara, Eduardo Bolsonaro , indicou 13 nomes para ocupar a vice-liderança da sigla. Todos os escolhidos respondem a processo disciplinar instaurado pela cúpula do PSL .

Na segunda-feira (21), Eduardo destituiu 12 líderes , a maioria ligada a Bivar. Um dia depois, realocou seus aliados. O terceiro filho do presidente preencheu todos os cargos disponíveis: 13. Quando Delegado Waldir era líder, uma vaga estava desocupada.

Foram nomeados vice-líderes Alê Silva (MG), Bia Kicis (DF), Bibo Nunes (RS), Carla Zambelli (SP), Chris Tonietto (RJ), Daniel Silveira (RJ), Dr. Luiz Ovando (MS), Filipe Barros (PR), General Girão (RN), Junio Amaral (MG), Luiz Philippe de Orleans e Bragança (SP), Márcio Labre (RJ) e Sanderson (RS).

Leia também: Bolsonaro 'é uma marionete' dos filhos, diz Delegado Waldir

Eduardo também fez mudanças pontuais na composição de suplentes da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), o colegiado mais importe da Câmara. Chris Tonietto, Sanderson e Luiz Philippe de Orleans e Bragança foram nomeados suplentes. Já um dos líderes bivaristas, Junior Bozella (SP), foi retirado. A CCJ tinha duas suplências do PSL desocupadas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários