Tamanho do texto

Na imagem, ele usa camiseta em que a sigla da comunidade foi substituída por Liberdade, Armas, Bolsonaro e Trump

Eduardo Bolsonaro arrow-options
Foto: Reprodução/Twitter
Para ele, a camiseta mostra que "o conceito de LGBT foi atualizado com sucesso"

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) publicou neste domingo (13) em suas redes sociais uma foto na qual ironiza a sigla LGBT e exalta a figura do presidente norte-americano Donald Trump.

A sigla, que agrega Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros, passou a ser associada por Liberdade, Armas, Bolsonaro e Trump. Para ele, a camiseta mostra que "o conceito de LGBT foi atualizado com sucesso".

A deputada federal Bia Kicis publicou um vídeo em que mostra o deputado, seu companheiro de partido, usando a camiseta e no qual explica a "atualização do conceito".

Leia também: PSL deve livrar Eduardo Bolsonaro de punição em meio à crise partidária

Único parlamentar declaradamente gay na Câmara dos Deputados, David Miranda (Psol-RJ) reagiu indignado ao post de Eduardo Bolsonaro no Twitter. “Não podemos admitir essa atitude de afronta e deboche aos LGBTIs, principalmente vindo de um parlamentar filho do presidente do país, que tem pretensões de ser representante do Brasil nos Estados Unidos”, disse Miranda.

Leia também: 'Não sou da família real', diz Eduardo Bolsonaro sobre críticas de Major Olimpio

Para Miranda, a fotografia do parlamentar do PSL é mais um gesto de subserviência da família Bolsonaro aos Estados Unidos. “Além do mais, é incrível como essa família continua bajulando Trump mesmo depois de o Brasil ter sido preterido na OCDE, é o verdadeiro complexo de vira-latas. Vou me pronunciar na Câmara dos Deputados e exigir respeito”, concluiu o deputado do PSOL.

Vale lembrar que Eduardo foi indicado pelo pai presidente da República para ocupar o posto de embaixador do Brasil nos Estados Unidos.