Bolsonaro
Alan Santos/PR - 4.9.19
Bolsonaro durante cerimônia na base aérea de Anápolis

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou nesta quarta-feira (4) que, por mais que o Brasil seja um país pacífico, não ficará "passivo" frente a ameaças a sua soberania, e citou especificamente a Amazônia .

Leia também: Bolsonaro compara Bachelet a Macron e diz que ela "investe contra o Brasil"

"O Brasil é um país pacífico, mas não pode continuar e não continuará sendo passivo a esse tipo de agressão à nossa soberania. A Amazônia Brasileira é nossa", afirmou Bolsonaro , durante cerimônia na base aérea de Anápolis, repetindo o que havia dito minutos antes o governador de Goias, Ronaldo Caiado (DEM).

Bolsonaro fez uma referência velada à afirmação do presidente da França, Emmanuel Macron, de que é preciso debater a "internacionalização" da Amazônia. De acordo com o presidente, essa declaração teve o efeito positivo de despertar o patriotismo dos brasileiro.

"Isso que aconteceu há poucos dias foi muito, mas foi muito bom para despertar o patriotismo entre nós", disse.

Bolsonaro participou da cerimônia de recebimento de uma nova aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB), o KC390. De acordo com a Aeronáutica, trata-se do maior avião militar fabricado no hemisfério Sul. A FAB já encomendou à Embraer 28 unidades do avião.

Leia também: Bolsonaro quer troca na PF e diz que novo diretor deve ser 'Moro Futebol Clube'

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva , que também estava presente no evento, afirmou que a aeronave servirá para "dissuadir qualquer aventura e ameaça a nossa soberania".

    Veja Também

      Mostrar mais