Flordelis
Reprodução/Câmara dos Deputados
Caso Flordelis causa racha na bancada evangélica em Brasília

A deputada federal Flordelis (PSD-RJ) é assunto polêmico na bancada evangélica da Câmara dos Deputados. A frente discute o que fazer a respeito do incômodo assunto sobre a suspeita de envolvimento dela na morte de seu marido, o pastor evangélico Anderson do Carmo.

Leia também: Filho de Flordelis comprou arma com traficante, indicam mensagens recuperadas

Sem consenso a respeito do assunto, os parlamentares ficam divididos em dois grupos. Parte dos deputados defendia o afastamento de Flordelis do cargo, na reunião realizada nesta terça-feira. Outros ponderavam que, como cristãos, cabe aguardar uma acusação formal contra ela antes de tomar qualquer atitude.

"Como evangélicos, o importante nesse momento é evitar qualquer tipo de pré-julgamento", diz Gilberto Nascimento (PSC-SP). Antes da morte do marido, a deputada e cantora gospel era uma das mais ativas da frente, uma das poucas mulheres com envolvimento nas reuniões e articulações.

O pastor Abílio Santana (PL-BA), amigo de Anderson e Flordelis, é um dos que se amargurou com a morte do pastor , de quem era muito próximo. No grupo de WhatsApp da frente evangélica, ele posta notícias sobre o envolvimento de Flordelis e pede que Justiça seja feita por seu amigo.

Leia também: Caso Flordelis: assassino do pastor teria pedido que irmã escondesse celular

Flordelis está no grupo, mas não responde às mensagens. Procurado, Abílio não quis comentar o caso.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários