Manifestação em defesa da Operação Lava Jato em São Paulo
Divulgação/MBL
Manifestação em defesa da Operação Lava Jato em São Paulo

A operação Lava Jato é aprovada por metade dos brasileiros, segundo a 144ª Pesquisa CNT de Opinião, divulgada nesta segunda-feira (26). De acordo com o levantamento, 51% das pessoas consideram que a Lava Jato está beneficiando o Brasil. Por outro lado, 16,8% dizem que a operação está prejudicando o País. Para 20,3% não está beneficiando nem prejudicando e 11,9% não sabem ou não opinaram. 

Leia também: Mais de 50% desaprovam desempenho de Jair Bolsonaro, diz pesquisa

Entrevistados pela pesquisa opinaram também sobre a obtenção e o uso das mensagens entre o atual ministro da Justiça, Sergio Moro, e o procurador da Lava Jato , Deltan Dallagnol. Para 47,2% das pessoas as mensagens devem ser usadas para questionar as ações de Moro e Dallagnol, porque o importante é o conteúdo. Outros 34,6% acreditam que as mensagens da Vaza Jato não podem ser usadas porque foram obtidas de forma ilegal.

Quando se fala na soltura dos presos em função das supostas  mensagens entre Dallagnol e Moro, no entanto, a balança muda de lado. Apenas 15,5% acreditam que os condenados devem ser soltos, enquanto 68,3% discordam da libertação.

Você viu?

A posição mais dividida é em relação a isenção da operação Lava Jato. Por um lado, 42,2% dos entrevistados acreditam que as  denúncias de que membros da operação infringiram a lei coloca em dúvida a isenção da Lava Jato. Por outro, 41,7% defendem que o fato não coloca em dúvida a isenção. Uma diferença de apenas 0,5 ponto percentual.

O ministro Sergio Moro também foi alvo do levantamento. As pessoas que participaram da pesquisa foram perguntadas se achavam que Moro deveria deixar o cargo de ministro da Justiça. 35,3% acreditam que sim, mas 52% defendem a permanência de Moro.

Leia também: PGR calcula que Lava Jato perdeu R$ 20 milhões por falta de correção monetária

Para esta pesquisa sobre o governo Bolsonaro e a operação Lava Jato foram entrevistadas 2002 pessoas em 137 municípios de 25 unidades da federação. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários