Tamanho do texto

Ministro da Ciência e Tecnologia tirou licença não remunerada entre os dias 13 e 25 deste mês e levou funcionária do ministério com ele

Marcos Pontes arrow-options
Divulgação/Flickr/MCTIC
De folga, Marcos Pontes levou assessora aos EUA com despesas pagas pelo Ministério

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, tirou licença não remunerada entre os dias 13 e 25 deste mês e viajou para os Estados Unidos com uma
funcionária do ministério. Em despacho do dia 12 de julho assinado por ele próprio, Pontes autorizou o afastamento de Christiane Gonçalves Correa para acompanhá-lo na viagem a
Orlando.

Leia também: Marcos Pontes diz compartilhar "estranheza" de Bolsonaro com dados do Inpe

Chefe da Assessoria Especial de Assuntos Institucionais do Ministério, Christiane, segundo o texto, participaria de reuniões com autoridades governamentais em Orlando junto com
Marcos Pontes . O ministro, no entanto, tirou folga no período e a viagem não fazia parte da sua agenda oficial. Em oito dos 12 dias da viagem, seus compromissos nos EUA não foram divulgados.

Leia também: Bolsonaro provoca presidente da OAB: "Conto como o pai dele desapareceu"

Todas as despesas da ida de Christiane a Orlando junto com Pontes foram pagas pelo ministério, como mostra o próprio documento do Diário Oficial da União (DOU) publicado em 15 de julho. Na agenda do ministério, Marcos Pontes participou de eventos apenas nos dias 15, 16, 17 e 24.