Tamanho do texto

Vereador afirmou que 'o pai e a mãe é que educam' e disse que a esquerda 'dominou' as escolas com o objetivo de gerar incapacidade de interpretação

Carlos Bolsonaro arrow-options
Gabriel Monteiro/Agência O Globo
Carlos Bolsonaro voltou a causar polêmica nas redes sociais

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) afirmou, na noite dessa segunda-feira (22), que "um dos grandes problemas da sociedade" é colocar a responsabilidade da educação na escola. Para o filho do presidente, "o pai e a mãe é que educam". 

Leia também: 'Fogo amigo'! Carlos Bolsonaro critica o pai por café da manhã com "jornalistas"

"Um dos grandes problemas da sociedade é por a responsabilidade da educação na escola! O pai e a mãe é que educam seu filho, compromisso cada vez mais raro. O malfeitor sabe, por isso tenta a todo custo destruir a família, tomando as mentes nas escolas e construindo seu exército!", escreveu Carlos Bolsonaro em sua conta do Twitter. 

O vereador alegou ainda que "a esquerda dominou a escola" com o objetivo de gerar pessoas incapazes de interpretar textos. "Assim quando se coloca de forma direta o que quer que seja entendido é atacado pelos doutrinados sem que percebam o conteúdo explicitado e repetem como papagaios o que a imprensa quer que repitam", completou. 



Depois de ficar algum tempo fora das redes sociais, Carlos voltou a causar polêmicas no Twitter nesta semana. Além de ter criticado o porta-voz do governo , Otávio Rêgo Barros , o vereador compartilhou o print de uma mensagem com críticas ao modo como o pai lida com a imprensa, comparando com a postura mais combativa do presidente norte-americano, Donald Trump. 

"Enquanto Donald J. Trump usa suas redes sociais para bater de frente com a imprensa, expondo suas falácias e contradições, Jair Bolsonaro adota um discurso condescendente, fazendo média, exaltando o papel ideal da mídia, a liberdade de imprensa, sempre se justificando, contemporizando, tentando conciliar o inconciliável", diz o texto. 

"Trump manteve o tom combativo de campanha, Bolsonaro, embora dê uma declaração atravessada aqui e ali, vive a se justificar, tentando convencer seus inimigos de que é justo e bom. Bolsonaro, meu caro, faça você o que fizer, NUNCA será bom o bastante para essa gente. Eles te odeiam e querem teu mal. De fato, alguns querem até mesmo a sua morte, o que ficou evidenciado em declarações e materializou-se no atentado", completa o texto compartilhado por Carlos Bolsonaro