Tamanho do texto

Segundo informações do SBT Rio, investigação está próxima de um desfecho; decisão do STF sobre imunidade parlamentar da deputada seria o entrave

Flordelis arrow-options
Luciano Belford/Agencia O Dia
Correndo em sigilo, caso Flordelis pode estar próximo de uma conclusão

Na última sexta-feira (12), uma informação relevante sobre o caso da morte do pastor Anderson do Carmo, marido da deputada federal Flordelis , veio à tona. Segundo informações do Jornal do SBT Rio, a polícia já teria solucionado o crime e estaria aguardando apenas um posicionamento do STF para concluir a investigação.

Leia também: Entre 'filhos' e pastores: como é a vida e o gabinete de Flordelis na Câmara

De acordo com o telejornal, a decisão do Supremo Tribunal Federal sobre a imunidade parlamentar de Flordelis seria o principal entrave para a definição do caso. A expectativa é que o resultado seja divulgado ainda nesta semana, tanto do STF quando da polícia.

A informação traz nova luz à investigação, apontando que os policiais da Delegacia de Homicídios de Niterói acreditam no envolvimento da parlamentar no crime e podem ter encontrado indícios de sua participação. Entretanto, como o caso corre em sigilo, as possíveis definições ainda estão no campo da suposição.

Últimos passos de Flordelis

Na última semana, a deputada esteve na Câmara dos Deputados, depois de uma longa ausência, para participar da votação da reforma da Previdência. Além disso, fez mudanças em seu gabinete, exonerando a esposa de um de seus filhos, Mizael da Flordelis.

A relação com o filho está abalada desde o dia do crime. Mizael, cujo nome de batismo é Wagner de Andrade Pimenta, deixou as igrejas fundadas pelos pais - denominadas Ministério Flordelis - e retirou o nome da mãe de suas redes sociais. No Instagram e no Facebook, ele manteve apenas o primeiro nome.

Leia também: Após 'abandono' e distanciamento, Flordelis exonera mulher de filho adotivo

Além dele, também deixou o Ministério Flordelis o pastor Luan Santos , filho adotivo da deputada e de Anderson. Na última terça-feira (9), o rapaz fez uma postagem sobre a morte do pai em seu Instagram: “Estamos orando. Justiça seja feita. Não vai acabar em pizza”, escreveu ele.