Tamanho do texto

A causa da morte não foi divulgada; Chico de Oliveira rompeu com o PT em 2003, quando se filiou ao Psol; velório acontece nesta quarta na USP

Chico de Oliveira no Roda Viva arrow-options
Reprodução/TV Cultura
Chico de Oliveira era professor aposentado da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP

O sociólogo Francisco Maria Cavalcanti de Oliveira morreu na madrugada desta quarta-feira (10) em São Paulo, aos 85 anos. Chico de Oliveira, como era conhecido, foi um dos fundadores do  PT  e estava afastado desde 2003, quando se filiou ao PSOL. 

Leia também: Carlos responde Gen. Heleno e diz que é "traumatizado com o que pode acontecer"

A causa da morte não foi divulgada. O velório acontecerá hoje, dia 10 de julho, das 17h às 22h, no Salão Nobre do Prédio da Administração da FFLCH, Rua do Lago 717, Cidade Universitária, São Paulo. 

Atualmente, Chico de Oliveira era professor titular aposentado da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP). Nascido em Recife em 1933, formou-se em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Pernambuco, em 1956, e ingressou como docente na FFLCH em 1988.

O sociólogo atuava lecionando, orientando e pesquisando na área de Planejamento Urbano e Regional, Estudos Industriais e Economia Regional. Foi também coordenador-executivo do Centro de Estudos dos Direitos da Cidadania (Cenedi).

Leia também: Ex-governador Anthony Garotinho volta a usar tornozeleira eletrônica

Em 2004, o fundador do PT  recebeu o Prêmio Jabuti, na categoria Ciências Humanas, pelo livro "Crítica à razão dualista/O ornitorrinco", publicado pela editora Boitempo.