Tamanho do texto

Estudo sobre a popularidade do atual ministro mostra queda em diferentes pontos; Pesquisa foi realizada pelo Datafolha após o imbróglio envolvendo o ministro da Justiça e a divulgação de algumas mensagens pelo The Intercept

Foi divulgada neste sábado (06) uma pesquisa do Datafolha, instituto de pesquisa da Folha de São Paulo . O estudo, que entrevistou 2.086 com mais de 16 anos, em 130 cidades do Brasil, procurava saber a opinião pública sobre o atual ministro da Justiça, Segio Moro, que teve seu nome envolvido em um imbróglio de mensagens divulgadas pelo site The Intercept .

Leia também: Maia defende publicação de mensagens atribuídas a Moro e procuradores

Sergio Moro na CCJ do Senado
Pedro França/Agência Senado - 19.6.19
Sergio Moro na CCJ do Senado

Segundo dados colhidos pelo Datafolha, a pesquisa aponta que 63% dos entrevistados ficaram cientes das mensagens atribuídas a Sergio Moro . Desta porcentagem, 58% definiram a postura do ministro como inadequada; 31% aprovaram a conduta do ex-juiz e 11% não opinaram. 

Leia também: Deputado entrega troféu a Moro na Câmara: "Maior estrela do combate à corrupção"

Segundo as reportagens divugladas pelo The Intercept Moro orientava de maneira ilícita as ações da Operação Lava Jato, conjunto de investigações em andamento pela Polícia Federal.

De acordo com o Instituto Datafolha, 58% dos entrevistados disseram acreditar que, se forem comprovadas irregularidades, eventuais decisões de Moro enquanto juiz responsável pela Operação Lava Jato devem ser revistas. Em contraste a essa opinião, 30% alegaram que o ganho no combate à corrupção compensa as eventuais infrações.

O estudo ainda aponta que 54% dos entrevistados declararam apoiar a permanência do ministro no cargo, enquanto 38% acham que o ex-juiz deveria deixar o posto.

Lula na equação 

Lula
Ricardo Stuckert
Lula

Ao abordar a prisão do ex-presidente da república, Luís Inácio Lula da Silva, os entrevistados mostram uma margem pequena de distanciamento. 54% consideram a prisão de Lula justa; 42% acham a condenação do petista injusta e 4% não souberam opiniar sobre o assunto.

Leia também: Barroso chama vazamentos de conversas de Moro de "violação criminosa"

Além disso, a pesquisa do Datafolha sobre a popularidade de Moro t ambém questionou como os entrevistados avaliam da Lava Jato. 55% definiram a investigação como ótima/boa; 24% regular; e 18% avaliaram como ruim ou péssima. 3% dos entrevistados não responderam.

A fala de Glenn Greenwald 

Glenn Greenwald
Reprodução/Youtube
Glenn Greenwald

Neste sábado (06), Glenn Greenwald, jornalista do portal que divulgou as mensagens atribuídas ao ministro, falou sobre a pesquisa do Datafolha em sua conta do Twitter.

"Note-se que muitos desses terríveis resultados de pesquisa do Datafolha para o Moro foram coletados *antes* das novas revelações devastadoras na revista Veja que - por várias razões - certamente mudará ainda mais opinião pública sobre o verdadeiro caráter dele", disse.

"Ainda mais interessante será ver como a opinião pública sobre o Sergio Moro evolui não apenas após o artigo da Veja , mas também com futuras revelações. É impossível imaginá-lo melhorando com as futuras exposições (e mais exemplos de abuso dos poderes da PF): só piorando mais ainda", completou o jornalista.

    Leia tudo sobre: Lula