Tamanho do texto

Deputado federal repudiou decisão do Supremo em vídeo nas redes sociais

Pastor Marco Feliciano
Reprodução/Agência Câmara
Deputado Pastor Marco Feliciano criticou criminalização da homofobia

Em vídeo divulgado na sexta-feira, no Instagram, o pastor e deputado federal Marco Feliciano criticou a decisão do Supremo Tribunal Federal, que criminalizou a homofobia . Afirmou que houve uma quebra de acordo por parte dos ministros do Supremo.

Leia também: Encabeçada por Gilmar Mendes, ala do STF prepara 'retaliação' à Lava Jato

Segundo Feliciano , estava acordado que o legislativo criaria uma lei que fosse favorável a todos. Ao seu ver, era dever do STF optar pela prudência e esperar legislação pertinente sobre o caso.

“Por anos nós lutamos no Congresso Nacional, nós debatemos o assunto, fizemos audiências públicas, e agora que estávamos criando uma lei que pudesse amparar a todos os interessados o STF quebra um acordo feito conosco (com a Bancada Evangélica), pois eles prometeram”, declarou.

O parlamentar ainda ressalta que poderá haver interpretações errôneas em relação ao texto da lei. “Esse tal discurso de ódio é tão vago que nós cristãos estaremos em constante perigo…as disparidades de interpretação atingirão de morte os nossos púlpitos”, disparou.

Leia também: Diretor do BNDES pede demissão após reclamação pública de Bolsonaro

Confira o vídeo divulgado por Marco Feliciano: