Tamanho do texto

Julian Netto afirmou que vai denunciar Lemos ao Conselho de Ética da Casa, que pode recomendar a cassação do seu mandato parlamentar

Deputado Julian Lemos (PSL-PB) dá cabeçada no colega de plenário Expedito Netto (PSD-RO)
Reprodução/Youtube
Deputado Julian Lemos (PSL-PB) dá cabeçada no colega de plenário Expedito Netto (PSD-RO)

O deputado federal Julian Lemos (PSL-PB), que foi coordenador da campanha presidencial do presidente Jair Bolsonaro no Nordeste, deu uma cabeçada no deputado federal Expedito Netto (PSD-RO) durante uma discussão no plenário da Câmara, nesta quarta-feira (29). Por conta da agressão, Lemos pode ser denunciado ao Conselho de Ética da Casa.

Leia também: Deputado dos EUA é acusado de agredir a esposa por "tirar a roupa muito devagar"

A discussão entre os dois parlamentares começou quando o deputado do PSL deu um empurrão no deputado Edmilson Rodrigues (Psol-PA). Frente ao ocorrido, o parlamentar do PSD foi repreender o colega e levou a cabeçada .

Netto afirmou que vai denunciar Lemos ao Conselho de Ética da Casa, que pode recomendar a cassação do seu mandato parlamentar. No entanto, nas redes sociais, o também deputado Alexandre Frotta (PSL-SP) reagiu ao episódio, perguntando se Netto também responderia ao conselho.

Leia também: Eduardo Bolsonaro denuncia agressão durante ato contra ditadura

"Eu quero saber se vai ao Conselho de Ética também as agressões verbais do Expedito dirigidas à deputada Geovana de Sá (PSDB-SC). Na ocasião ele, aos gritos, disse que ela era fraca e incopetente", escreveu Frotta.

Veja o vídeo que mostra a cabeçada dada pelo deputado Julian Lemos em Expedito Netto: