Tamanho do texto

"O que nos une a Israel é muito mais do que acontece hoje em dia. São os nossos laços, nossa cultura judaico-cristã", disse o presidente em seu discurso

Bolsonaro recebe homenagem em evento na embaixada de Israel
Alan Santos/Presidência da República
Bolsonaro recebeu uma plana na comemoração dos 71 anos da criação do Estado de Israel

O presidente Jair Bolsonaro foi homenageado na embaixada de Israel, em Brasília, na noite desta quarta-feira (22). Ele recebeu uma placa  no evento de comemoração dos 71 anos da criação do Estado de Israel.

Leia também: Líder do DEM diz que governo não tem votos suficientes para nova Previdência

Ao discursar na cerimônia, ao lado do embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley,  Jair Bolsonaro falou da relação de proximidade dele com o país. "O que nos une a Israel é muito mais do que acontece hoje em dia. São os nossos laços, nossa cultura judaico-cristã ", disse.

Também estavam no evento o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, o vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcos Pereira, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli.

Leia também: FHC diz que Bolsonaro deveria armar a polícia e não a população

Ainda durante seu discurso, de pouco mais de cinco minutos, Bolsonaro ressaltou a aproximação de seu governo com Israel e a perspectiva de avanço na relação bilateral.  "Estando em Israel dessa última vez, já como presidente da República, fizemos vários acordos. Visitamos algumas coisas de excelência nesse Estado maravilhoso, que no tocante à sua área é menor do que o menor estado do Brasil, Sergipe, mas uma potência no mundo. Temos muito aprender. Nós também temos muito a oferecer a Israel", disse. 

Bolsonaro lembrou também, ao comparar o trabalho das parteiras no Brasil, que o Estado de Israel teve um "parteiro" brasileiro, Oswaldo Aranha. O brasileiro era o presidente da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas, em 1947, que aprovou a criação do país, dividindo o territorio com os palestinos.

Leia também: Site do PSOL do Rio é hackeado e foto de Bolsonaro é colocada no lugar

Na noite desta quarta-feira, Jair Bolsonaro também comentou sobre sua participação no evento pelo Twitter. "Nunca nossos laços de amizade e cooperação estiveram tão fortes.", escreveu Bolsonaro na rede social.