Tamanho do texto

Deputados ouviram nesta quarta o depoimento do ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega; CPI investiga possíveis irregularidades no Banco Nacional

João Santana e Mônica Moura
Reprodução/Twitter
CPI do BNDES aprovou convocação dos marqueteiros João Santana e Mônica Moura

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga possíveis irregularidades no BNDES aprovou nesta quarta-feira (22) a convocação dos marqueteiros João Santana e Mônica Moura, que atuaram nas campanhas eleitorais dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, ambos do PT .

No requerimento, o deputado Marco Bertaiolli (PSD-SP) argumenta que o casal de publicitários atuou em processos eleitorais de diversos países que receberam financiamentos do BNDES , como Angola, Venezuela e Costa Rica.

Leia também: Cármen Lúcia nega à CPI do BNDES acesso a dados do celular de ex-diretor da JBS

Segundo o parlamentar, é necessário “entender se essas campanhas (no exterior) com pagamento via caixa dois pela Odebrecht estavam também relacionadas direta ou indiretamente com os recursos pertinentes aos financiamentos concedidos pelo BNDES”.

Além de João Santana e Mônica Moura , os integrantes da comissão também aprovaram a convocação do ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo e de José Batista Sobrinho, fundador da JBS e ex-presidente da empresa – atualmente, faz parte do conselho de administração da companhia. Ele é pai dos empresários Joesley Batista e Wesley Batista.

Os deputados aprovaram ainda o compartilhamento dos sigilos fiscal, bancário, telefônico e telemático de Joesley, Wesley e Sobrinho.

Leia também: CPI do BNDES irá investigar obras em Cuba a pedido de Kim Kataguiri

Guido Mantega
Michel Jesus/Câmara dos Deputados - 22.5.19
Ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega prestou depoimento na CPI do BNDES

Os parlamentares ouviram nesta tarde o depoimento do ex-ministro da Fazenda Guido Mantega . Apesar de ter conseguido no Supremo Tribunal Federal (STF) uma decisão que garante a ele o direito de permanecer em silêncio, Mantega iniciou o depoimento com uma apresentação sobre as políticas implementadas no período em que foi presidente do BNDES , entre 2004 e 2006.