Tamanho do texto

Juíza substituta da 13ª Vara Federal de Curitiba voltou a elogiar Sérgio Moro e assumiu que usou a sentença do atual ministro da Justiça como "modelo"

Gabriela Hardt
Divulgação - 1º Fórum Nacional sobre Crimes Econômico-Financeiros
Gabriela Hardt acredita que Sérgio Moro possa engrandecer o STF


A juíza Gabriela Hardt defende a possível indicação do ministro Sérgio Moro para uma futura vaga no Supremo Tribunal Federal. Substituta do atual ministro na 13ª Vara Federal de Curitiba e responsável pela condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do sítio de Atibaia, a magistrada destacou as qualidades de seu antecessor.

Leia também: Pacote anticorrupção apoiado por Moro o impediria de assumir vaga no STF 

"Acho que tudo isso é bastante prematuro, esse tipo de discussão, mas logicamente o ministro Sergio Moro já demonstrou suas qualidades ao longo do tempo e futuramente, se vier a ser nomeado ministro [do STF], vai engrandecer ainda mais a corte”, afirmou Gabriela Hardt, que chegou a trabalhar diretamente com Moro.

A fala da juíza aconteceu em um congresso de direito em Curitiba, nesta segunda-feira (13). O evento também contou com uma palestra de Sérgio Moro.

Leia também: Gleisi Hoffmann acusa Moro de corrupção passiva por "barganhar" vaga no STF

No último domingo, em entrevista à Radio Bandeirantes, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que pretende indicar Sérgio Moro ao STF e que firmou este compromisso com o então juiz no dia em que fez o convite para que ele assumisse o ministério. O presidente lembrou que o então magistrado abandonou 20 anos que ainda teria na carreira para compor o governo.

Hardt ainda assumiu, mais uma vez, que usou a sentença de Moro na condenação de Lula pelo tríplex do Guaruja como “modelo” para a sua no caso do sítio de Atibaia.

Leia também: Moro nega ter negociado vaga no Supremo com Bolsonaro para assumir ministério

“A gente sempre faz uma sentença em cima da outra e busca a anterior que mais se aproxima”, afirmou.

Juíza substituta, Gabriela Hardt já deixou o comando judicial da 13ª Vara federal de Curitiba. O magistrado Luiz Bonet é o titular da cadeira desde fevereiro deste ano.

    Leia tudo sobre: Lula