Tamanho do texto

Presidente dissera que tinha um compromisso com o ministro da Justiça para que ele ficasse com a próxima vaga que abrir no Supremo Tribunal Federal

Bolsonaro com Sérgio Moro
Marcos Corrêa/PR
Bolsonaro afirmou que vai indicar Sérgio Moro para assumir uma cadeira no STF


Após dizer que tinha um "compromisso firmado" com o ministro Sergio Moro para indicá-lo a uma vaga do Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente Jair Bolsonaro disse que a possível  designação deve-se  às  "condições éticas, morais e intelectuais" que o ex-juiz reúne para ocupar o cargo. 

Leia também: Major Olímpio: Bolsonaro "queimou largada" ao anunciar indicação de Moro ao STF

"O ministro Moro tem as condições éticas, morais e intelectuais para assumir um cargo importante como este", disse o porta-voz Otávio do Rêgo Barros em declaração à imprensa, no início da noite desta segunda-feira (13).

O porta-voz citou ainda as declarações do ministro nesta segunda-feira em Curitiba, em que afirmou não ter imposto a  indicação ao STF   como condição para assumir o Ministério da Justiça. Na ocasião, ele declarou ter ficado"honrado" com a promessa feita no fim de semana pelo presidente Jair Bolsonaro , de que vai levá-lo ao STF quando uma vaga abrir.

Leia também: "Moro vai engrandecer o Supremo se for indicado'' opina juíza que condenou Lula

"O ministro Sergio Moro deixou claro, pessoalmente, hoje em várias entrevistas que não condicionou sua participação do governo do presidente Jair Bolsonaro à  provável vaga do Supremo Tribunal Federal", disse o porta-voz.