Tamanho do texto

Carla Zambelli enviou um ofício pedindo que o mobiliário de seu gabinete não seja trocado por "ter pertencido a Jair Messias Bolsonaro" no passado

Carla Zambelli com Jair Bolsonaro
Marcos Corrêa/PR
Carla Zambelli quer que móveis que pertenceram a Bolsonaro continuem em seu gabinete


A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) enviou um ofício ao Departamento de Apoio Parlamentar (DEAPA) da Câmara para que os móveis de seu gabinete não sejam trocados. O motivo, segundo o documento, é que os equipamentos foram utilizados por Jair Bolsonaro durante os 27 anos em que o atual presidente foi deputado federal.

Leia também: Deputada do PSL chama Olavo de Carvalho de oposição: "Precisa de babá"

A Câmara dos Deputados passa por reformas no Anexo III, onde está localizado o gabinete de Carla Zambelli . Entre as mudanças, foi autorizada a troca de todos os atuais móveis dos gabinetes. Alguns têm mais de 30 anos.

“Por ter pertencido ao hoje presidente da República, Jair Messias Bolsonaro , durante 27 anos, considero que o mobiliário faz parte de uma história importante especialmente para mim, mas também para milhões de brasileiros, e que tenho desejo de preservar intacta”, pediu a deputada.

Leia também: Deputada do PSL faz enquete sobre possível pedido de cassação de Zeca Dirceu

Eleita para o seu primeiro mandato, Carla Zambelli se diz uma das principais defensoras de Jair Bolsonaro na Câmara dos Deputados. No início do mês, a deputada criou polêmica ao discutir com Olavo de Carvalho no Twitter em defesa do ministro Santos Cruz, um dos principais alvos do autointitulado filósofo.