Tamanho do texto

Carla Zambelli não aceitou uma nova crítica do ideólogo ao ministro Santos Cruz e acusou o 'guru' de Bolsonaro de fazer mais oposição que a própria esquerda no Brasil: "Precisa de babá do outro lado do hemisfério"

Carla Zambelli e Olavo de Carvalho - montagem
iG Montagem
Carla Zambelli chamou Olavo de Carvalho de oposição ao governo Bolsonaro


Os ataques frequentes do ideólogo Olavo de Carvalho aos ministros militares de Jair Bolsonaro começa a irritar parte dos filiados ao PSL. Neste sábado (4), a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), respondeu a uma postagem de Olavo em que o filósofo xingava o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Alberto do Santos Cruz. Irritada, a parlamentar chegou a afirmar que desse jeito não é necessária nem a existência da esquerda para fazer oposição ao governo de Jair Bolsonaro.

Leia também: Mourão prefere não dar opiniões pessoais sobre condecoração a Olavo de Carvalho

Ainda que Olavo de Carvalho não tenha lhe respondido, Carla Zambelli gerou grande debate entre apoiadores e opositores de Jair Bolsonaro no Twitter. Horas depois, a deputada fez um novo post, acusando o ideólogo de achar que o presidente não é inteligente.

"O senhor não está percebendo o mal que está fazendo? Não vê que o seu egoísmo está passando de todos os limites de bom senso? Não percebe que seus ataques estão provocando uma rachadura na direita. Aprenda a ser posição, professor!", escreveu Zambelli a Olavo.

Leia também: Bolsonaro concede a mesma condecoração a Olavo de Carvalho e Mourão




Tido com uma espécie de "guru" ideológico por Jair Bolsonaro , Olavo é crítico aos militares que ocupam o governo. Ele faz críticas costumeiras ao ministro Santos Cruz e já chegou a afirmar que o vice-presidente Hamilton Mourão, também general, é contra as posições do presidente.

Leia também: Olavo volta a atacar Mourão, cutuca Bolsonaro e elogia Carlos: "Herói nac ional"

Eleita por São Paulo, Carla Zambelli é fundadora do movimento Nas Ruas, que lutou pelo impeachment da então presidente Dilma Rousseff e se colocou como um ativismo de direita. Filiada ao PSL, ela costuma posar ao lado de Jair Bolsonaro e tem posições diferentes de outros parlamentares do partido, como Eduardo Bolsonaro, filho do presidente, que costuma exaltar Olavo de Carvalho .