Tamanho do texto

Ex-secretário de Justiça do Piauí solicitou habeas corpus na semana passada; petista se nega a cumprir regime domiciliar e quer ter inocência reconhecida

Lula
Gabriel de Paiva/Agência O Globo
Lula se nega a pedir pena em regime domiciliar

Após o ex-secretário de Justiça do Piauí Daniel Oliveira  protocolar um pedido de habeas corpus para Lula no Supremo Tribunal Federal (STF), os advogados do ex-presidente assinaram uma petição contra a solicitação. As informações são da Folha de S.Paulo .

No último dia 23, a Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu, por unanimidade, pela redução da pena de Lula de 12 para 8 anos e dez meses de prisão. Oliveira, por sua vez, protolocou o pedido de habeas corpus na semana passada e afirmou que a decisão abre caminho para que o ex-presidente vá para o regime semi-aberto imediatamente.

O petista afirmou que se nega a pedir o cumprimento da pena em regime domiciliar, objeto do habeas corpus , e quer que a Justiça reconheça sua inocência. Oliveira confirmou que ouviu "comentários" sobre a vontade do ex-presidente. "Mas, independente da posição dele, esse é meu direito enquanto cidadão brasileiro”, justificou.

Leia também: Lula solto em setembro? Veja o que pode acontecer após decisão do STJ

Ontem, o ex-secretário fez uma representação contra os advogados de Lula no Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) por conta da petição. A ação da defesa, no entanto, foi feita com procuração do próprio ex-presidente. 

    Leia tudo sobre: Lula