Aprovação de Bolsonaro cai pela segunda vez; 24% dos brasileiros reprova governo, aponta pesquisa Ibope
Alan Santos/PR - 26.2.19
Aprovação de Bolsonaro cai pela segunda vez; 24% dos brasileiros reprova governo, aponta pesquisa Ibope

A aprovação do governo do presidente Jair Bolsonaro caiu pelo segundo mês seguido, de acordo com a pesquisa Ibope. O levantamento feito entre os dias 16 e 19 de março, após uma semana recheada de polêmicas e a visita aos Estados Unidos , aponta que 34% da população avaliam o presidente como “ótimo” ou “bom”.

A mesma parcela (34%) considera a gestão como regular e praticamente um quarto (24%) como ruim ou péssima. Aqueles que não sabem ou não respondem à pergunta somam 8%. Em comparação com as duas últimas  pesquisas Ibope , a  avaliação positiva do governo caiu 15 pontos percentuais enquanto avaliação ruim ou péssima aumentou 13 pontos percentuais.

O levantamento também aponta queda na aprovação da forma como Bolsonaro vem governando.  São 51% os que aprovam, ao passo que 38% desaprovam e 10% não sabem ou preferem não opinar.

Outro índice que tem caído é o de confiança no presidente Jair Bolsonaro . Quase metade (49%) da população declara confiar no presidente, contra 44% que não confiam e 6% que não sabem ou preferem não responder.

Você viu?

Leia também: Eduardo Bolsonaro ajudaria o governo "parando de falar asneira", diz Malafaia

Comparando com os estudos anteriores, em janeiro a maioria (62%) afirmava confiar no presidente ante 30% que não confiavam. Em fevereiro, os percentuais eram 55% e 38%, respectivamente. Desse modo, a queda da confiança entre janeiro e março é de 13 pontos percentuais e o crescimento dos que não confiam é de 14 pontos percentuais.

A desaprovação do presidente é mais expressiva entre os que vivem na região Nordeste (49%), segmento que registra maior crescimento, dado que 25% desaprovavam a administração em janeiro, 44% em fevereiro e agora, em março, 49%, ou seja, 24 pontos percentuais entre a primeira e a terceira pesquisa. Além disso, também é alta a desaprovação nos municípios com mais de 500 mil habitantes (44%).

Leia também: Filha de Queiroz repassou 80% do salário na Câmara para o pai, aponta Coaf

Considerando os resultados de pesquisas de avaliação da administração do Ibope dos últimos presidentes eleitos, realizadas também no mesmo período de governo, observa-se que a avaliação positiva de Jair Bolsonaro é inferior àquelas registradas para Fernando Henrique Cardoso (1º mandato), Lula (1º e 2º mandato) e Dilma Rousseff (1º mandato). No entanto, ela é mais expressiva do que as de Fernando Henrique Cardoso e Dilma Rousseff no início do segundo mandato.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários