Tamanho do texto

Aliado de Bolsonaro, o deputado também aconselhou que os filhos do presidente "busquem construir pontes, e não muros" e criticou a imprensa

Feliciano criticou a comunicação do governo e os ministros de Bolsonaro
Reprodução/Agência Câmara
Feliciano criticou a comunicação do governo e os ministros de Bolsonaro

O deputado federal Marco Feliciano (Pode-SP), pastor e aliado do presidente Jair Bolsonaro (PSL), publicou oito mensagens em seu Twitter nesta sexta-feira (8) para criticar a comunicação do governo, os ministros e também o comportamento dos filhos do presidente. 

Mencionando Bolsonaro e seus filhos Carlos e Eduardo, Feliciano criticou a repercussão da imprensa sobre o vídeo com conteúdo obsceno publicado pelo presidente nesta semana. "Deu a louca na imprensa brasileira? @BolsonaroSP @jairbolsonaro @CarlosBolsonaro me ajudem a entender por favor. Anteontem, falavam em atos obscenos divulgados pelo presidente, ontem mudaram a narrativa para 'uma performance artística de cunho político contra o conservadorismo'”, escreveu. 

"Ou vocês criam um grupo politica e intelectualmente preparados [ sic ] ou todos dias irão sangrar. Vocês não pediram minha opinião, mas deixo aqui humildemente a mesma. A comunicação está péssima. O ego daqueles que vocês elegeram está tão inflado que só enxergam seus umbigos. Alguns ministros estão deslumbrados com os holofotes", criticou. 





O deputado afirmou ainda que Bolsonaro é diariamente "espancado" na Câmara dos Deputados e que seus aliados, que são "quase inexistentes", estão despreparados para defendê-lo. "Seu vice @GeneralMourao não produz fogo amigo, produz um 'incêndio' amigo a todo segundo", completou. 

Leia também: Bolsonaro confirma ida à China neste ano e diz que quer ampliar tal parceria

O pastor também citou o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e disse acreditar que ele já faz campanha para a Presidência em 2022. Além disso, pediu que os filhos do presidente "busquem construir pontes, e não muros". 






Leia também: Bolsonaro fará evento com Michelle e Damares para Dia Internacional da Mulher

Aliado do governo, Feliciano ressaltou que segue com Bolsonaro e torce para que tudo dê certo. "Meu presidente @jairbolsonaro é hora de sentar com sábios, experientes, ouvi-los, filtrar, e agir. Presidente lembre-se que cristãos de todo país sue lhe elegeram, continuam orando pelo seu governo. Jesus disse orai mas também VIGIAI", aconselhou o deputado. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas