Tamanho do texto

Porta-voz da presidência afirma que o presidente recebeu a notícia com tristeza, mas "reverteu a chave e ficou firme e feliz"; Bolsonaro permanece internado na unidade semi-intensiva do Hospital Israelita Albert Einstein

Segundo boletim médico, o presidente Jair Bolsonaro caminhou no corredor do hospital e se mostrou disposto
Divulgação/Presidência da República
Segundo boletim médico, o presidente Jair Bolsonaro caminhou no corredor do hospital e se mostrou disposto

O presidente da República teve febre na noite da última quarta-feira (6) e foi submetido a exames de imagem, que indicaram um quadro de pneumonia. Jair Bolsonaro permanece internado na unidade semi-intensiva do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.

Leia também: Mourão contraria Bolsonaro e recebe representantes da CUT em Brasília

Ao explicar o boletim médico de Bolsonaro, o porta-voz da presidência da República, General Otávio Rêgo Barros, o presidente recebeu a notícia da pneumonia com tristeza, mas teria rapidamente mudado de ânimo “ele reverteu a chave e ficou firme e feliz”.

Nos últimos dias, os boletins médicos divulgados pelo hospital davam conta de uma melhora progressiva de Bolsonaro . Não foram divulgados os fatores que podem ter causado a pneumonia. Por outro lado, a tomografia do abdômen “evidenciou boa evolução do quadro intestinal, de acordo com o boletim”.

Os médicos afirmaram que foi realizado um ajuste na terapia com antibióticos a qual o presidente estava submetido e mantiveram-se os demais tratamentos. Jair Bolsonaro continua sem dor, com a sonda nasogástrica e o dreno no abdômen. Ele também recebe líquidos por via oral e nutrição por via parenteral, ou seja, por via venosa.

O porta-voz da presidência da República informou que o presidente caminhou no corredor e está bem disposto. “O estado de ânimo do presidente é de uma pessoa que está agarrada a sua cura”, afirmou o porta-voz em entrevista coletiva.

Rêgo Barros também afirmou que Bolsonaro vinha tendo dificuldades para dormir, mas na última noite ele conseguiu dormir mais horas de sono. Os médicos, no entanto, estudam administrar algo que o ajude a dormir.

Jair Bolsonaro publicou em sua conta no Twitter, pela manhã e no fim da tarde, mensagens onde afirma estar se sentindo bem.








Leia também: Bolsonaro deve fazer sua primeira visita oficial aos Estados Unidos em março

O boletim médico também informa que as visitas seguem restritas. Bolsonaro está acompanhado da esposa, Michelle, do filho Carlos e foi visitado pelos filhos Eduardo e Flávio. Ele também falou com os ministros do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e da Economia, Paulo Guedes, por telefone.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.