Tamanho do texto

Ministro se reúne nesta segunda-feira com governadores e secretários para passar detalhes do PL Anticrime; Moro promete medidas 'bastante objetivas'

Ministro Sérgio Moro trabalha em PL anticrime desde o final de 2018
Sylvio Sirangelo/TRF4 - 10.8.15
Ministro Sérgio Moro trabalha em PL anticrime desde o final de 2018

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, vai apresentar nesta segunda-feira (4) o novo Projeto de Lei Anticrime. O ministro se reunirá com governadores e secretários de segurança pública dos estados para explicar e debater as medidas. De acordo com a pasta, serão apresentadas propostas de combate à corrupção, ao crime organizado e aos crimes violentos.

Leia também: Governo não vai interferir na investigação envolvendo Flávio Bolsonaro, diz Moro

Segundo Sérgio Moro , os três problemas "caminham juntos" e são os que mais afetam a segurança no Brasil. "O crime organizado alimenta a corrupção, alimenta o crime violento, boa parte dos homicídios são relacionados, por exemplo, à disputa do tráfico de drogas, ou dívidas de drogas", explica. "Pelo lado da corrupção, esvazia os recursos públicos que são necessários para implementar essas políticas de segurança pública efetivas˜, completa.

Moro afirma que o projeto é simples e as medidas são "bastante objetivas, bem fáceis de serem explicadas ponto a ponto, para poder enfrentar esses três problemas". O ministro, no entanto, não antecipou nenhum detalhe do que será apresentado.

Leia também: Após polêmica por ‘perdão’ a Onyx, Moro cria projeto para criminalizar o caixa 2

O texto será enviado ao Congresso Nacional para análise dos parlamentares nos próximos dias e faz parte das metas prioritárias dos cem dias de trabalho do governo federal. Em vídeo publicado nas redes sociais do Ministério da Justiça , Moro afirmou que as medidas de combate têm objetivo de combater ao mesmo tempo diversas modalidades criminosas.

Por tratar-se de matéria criminal, as medidas precisam da aprovação da Câmara dos Deputados e do Senado para entrarem em vigor, portanto não serão implantadas de imediato. Moro e sua equipe trabalham no projeto desde o final do ano passado.

Leia também: Primeiro mês de governo Bolsonaro é marcado por otimismo econômico e polêmicas

Sérgio Moro disse que o objetivo principal da lei anticrime é melhorar a qualidade de vida dos brasileiros que desejam viver em um país mais seguro. Ele também destacou que “o governo não resolve todos os problemas, mas o governo pode ser um ator, pode liderar um processo de mudança”, declarou.