Tamanho do texto

"Somente nós da família sabemos a dor que está sendo vivenciar tudo isso", escreveu a neta Bia Lula em mensagem compartilhada na internet pelo PT

Bia Lula, neta do ex-presidente Lula, diz em carta que sua filha sente muita falta do avô
Reprodução Instagram/Bia Lula
Bia Lula, neta do ex-presidente Lula, diz em carta que sua filha sente muita falta do avô

No último sábado (2), Bia Lula, neta do ex-presidente Lula, divulgou uma carta pedindo a libertação do avô, que está preso há 300 dias. A carta foi publicada nos perfis oficiais do ex-presidente nas redes sociais.

Leia também: Lula escreveu carta para o irmão Vavá pouco antes de sua morte

Bia avalia que Lula é alvo de tratamento "desumano e doloroso". “Se eu pudesse fazer um desejo meu se realizar, certamente seria o de vê-lo livre para que juntos consigamos viver em paz, ter nossos momentos, devolver a ele tudo que ele sempre mais quis conquistar e preservou enquanto deixaram, sua liberdade”, escreveu na carta.

Ela é mãe de Analua e diz que a filha sente muita falta do "tiso" (como a menina o chama). Ela conta que Analua pega o telefone e finge ligar para Lula e, depois, diz que ele está trabalhando.

Leia também: Lula chama atitude do Judiciário de “pura maldade” e líderes do PT atacam Moro

"O biso da Analua foi sequestrado, colocado em uma sala e lá esquecido. Sim, esquecido. Somente nós da família sabemos a dor que está sendo vivenciar tudo isso", relata Bia.

Ela diz que a família vive um pesadelo, e faz um apelo: "Não podemos mais permitir que deixem ele lá, não podemos mais permitir que privem ele do contato com a família. Por favor, libertem ele, façam justiça. "

Lula ficou completamente cercado por militantes pouco antes de ser preso, em abril
Francisco Proner Ramos
Lula ficou completamente cercado por militantes pouco antes de ser preso, em abril

O ex-presidente foi preso no dia 7 de abril de 2018 após ser condenado pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá, no âmbito da Operação Lava Jato. Ele cumpre pena na superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

Leia também: Jornal francês estampa rosto de Lula e faz campanha por Nobel da Paz ao petista

Lula é réu em outros oito processos, incluindo no caso do sítio de Atibaia. Nos processos, ele responde por integrar organização criminosa, lavagem de dinheiro, corrupção passiva e tráfico de influência.

    Leia tudo sobre: Lula