Tamanho do texto

Inscrições para ocupar o cargo se encerraram nessa segunda-feira, com o juiz em primeiro na lista, seguindo critério de antiguidade na magistratura

Sérgio Moro agora comanda o Ministério da Justiça e será substituído por Luiz Antonio Bonat
Marcos Corrêa/PR
Sérgio Moro agora comanda o Ministério da Justiça e será substituído por Luiz Antonio Bonat

O juiz Luiz Antonio Bonat, da 21ª Vara da Justiça Federal do Paraná, é o primeiro na lista de convocação para substituir o ex-juiz Sérgio Moro e assumir os processos da Operação Lava Jato na 13ª Vara Federal de Curitiba. As informações são da revista Veja

Leia também: Moro discursa contra a corrupção, mas evita comentar caso Queiroz em Davos

As inscrições para ocupar o cargo se encerraram na noite dessa segunda-feira (21) e Luiz Antonio Bonat é o primeiro na lista. Seguindo o critério utilizado para a definição do substituto, a antiguidade na magistratura, ele foi o juiz mais antigo a se inscrever no concurso interno do Tribunal Regional Federal da Quarta Região (TRF-4) para a vaga e exerce a profissão há 25 anos. 

Os outros candidatos são Julio Guilherme Berezoski Schattschneider (19º na lista de antiguidade), Friedmann Anderson Wenppap (70º na lista de antiguidade), Antonio Cesar Bochenek (106º na lista de antiguidade) e Marcos Josegrei da Silva (111º na lista de antiguidade).

Caso houvesse empate, a vaga de Sérgio Moro  seria definida pelo melhor colocado no concurso público. A lista de todos os magistrados inscritos deve se tornar pública hoje e os candidatos terão até esta quinta-feira (24) para desistir do cargo, se desejarem. O resultado final será divulgado na sexta (25).

Após o resultado, o processo é encaminhado para o relator, o desembargador federal Ricardo Teixeira do Valle Pereira, que deve levar a questão para julgamento ao Conselho de Administração do TRF4. 

Depois do julgamento, que ainda não tem data definida, o presidente da Corte, Thomson Flores, assina a decisão do Conselho de Administração e a encaminha para a Corregedoria Regional da Justiça Federal da 4ª Região, que determina a data do início de exercício e divulga o nome do magistrado que substituirá Moro no Diário Eletrônico.

Leia também: Delegado da Lava Jato é novo diretor de combate ao crime organizado da PF

Nascido em Curitiba, Bonat se formou em 1979 pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e ingressou na Justiça Federal em 1993, na 1ª Vara de Foz do Iguaçu. Também já passou por Curitiba e Criciúma, em Santa Catarina.  Atualmente, é titular da 21ª Vara Federal de Curitiba, que atua na área previdenciária.

Em 2002, também ficou conhecido por ser o responsável pela primeira condenação criminal de pessoa jurídica no Brasil quando atuava em Santa Catarina, em um caso de danos ambientais à margem do rio Urussanga,  impedindo a regeneração de vegetação no local. 

Leia também: Moro anuncia novo acordo com a Argentina para facilitar extradições

Caso queira ocupar a vaga de Moro, que agora comanda o Ministério da Justiça e Segurança Pública, Luiz Antonio Bonat será responsável pela ação sobre o sítio de Atibaia, o processo do terreno comprado pela Odebrecht que seria destinado ao Instituto Lula e a denúncia de cartel contra empreiteiras envolvidas em corrupção na Petrobras, entre outros casos. Atualmente, eles são conduzidos pela juíza substituta Gabriela Hardt.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas