Tamanho do texto

Segunda dama teve currículo falso atribuído a si em corrente de WhatsApp. Tenente casada com Mourão é formada em direito e não na área da saúde

Mulher de Mourão, segundo dama foi confundida com professora universitária e teve currículo falso divulgado na internet
Marcelo Camargo / Agência Brasil
Mulher de Mourão, segundo dama foi confundida com professora universitária e teve currículo falso divulgado na internet

A nova segunda dama do Brasil, Paula Mourão, chamou a atenção na posse presidencial. Até então desconhecida, a mulher de Mourão mal participou da cerimônia de posse e já se tornou alvo de uma corrente de fake news que viralizou na internet. Destacada pelo vestido azul que custa R$ 15 mil, os internautas tentavam desviar o foco da atenção dada a sua aparência destacando o currículo de Paula Mourão, mas usaram o currículo da pessoa errada.

Leia também: Damares Alves celebra 'nova era': "Meninos vestem azul e meninas, rosa"; assista

A vítima da confusão foi a professora universitária Maria Paula Gomes Mourão, da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Confundida com a mulher de Mourão , ela recebeu centenas de ligações que a fizeram perder o controle das chamadas e mensagens recebeidas no celular que proporcionaram "inúmeros transtornos e incovenientes". Diante do caso, a própria universidade se viu obrigada a divulgar uma nota oficial em que esclarece o mal entendido que envolveu a professora doutora amazonense.

Como destaca a nota, o currículo lattes copiado e distribuído na internet é verdadeiro, mas não da pessoa a quem foi atribuído. No caso, a nova segunda dama do Brasil, Paula Mourão , é formada em direito e não tem o extenso currículo acadêmico na área da saúde que a homônima amazonense que, por sua vez, é médica e possui diversas especializações.


O verdadeiro currículo da mulher de Mourão

Paula Mourão (primeira da esquerda) fez carreira militar depois de se formar em direito e só largou o Exército depois de se casar com o novo vice-presidente do Brasil
Reprodução
Paula Mourão (primeira da esquerda) fez carreira militar depois de se formar em direito e só largou o Exército depois de se casar com o novo vice-presidente do Brasil

A mulher de Mourão, na verdade, é formada em direito e fez carreira militar, a exemplo do marido, general Antônio Hamilton Gomes Mourão, que conheceu no exército já como tenente. A nova segunda dama tem 42 anos e é também a segunda esposa de Mourão, que tem 65.

Leia também: Michelle Bolsonaro rouba a cena em cerimônia com discurso em libras e beijo

Em entrevista à revista Época, em novembro de 2018, o general Hamilton Mourão relatou que "já tinha conhecimento anterior (da atual mulher). Depois que minha esposa faleceu, a gente começou a se ver mais seguidamente", relembrando a morte da primeira esposa que ocorreu em dezembro de 2016.

No ano seguinte, Mourão e Paula assumiram o relacionamento e se casaram no dia 11 de outubro de 2018, após pouco mais de um ano e entre o primeiro e o segundo turno das eleições presidenciais, numa cerimônia simples, apenas no civil, seguida de uma viagem de Lua de Mel para Penedo, no sul do estado do Rio de Janeiro.

Paula Mourão, por sua vez, ingressou no Exército, onde se tornou oficial tenente, e só abandonou a carreira militar após o casamento como Mourão para ingressar na Associação de Poupança e Empréstimo (Poupex), ligada à Secretaria de Finanças do Exército. Ela é advogada de formação e fluente em inglês e espanhol, tanto que não precisou de tradutor nas solenidades da cerimônia de posse.

Leia também: Choro de Bolsonaro e Temer nos bastidores: confira imagens que marcaram a posse

No aspecto religioso, a mulher de Mourão é católica e já foi vista diversas vezes com o marido na Igreja Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, Rio de Janeiro. Agora, eles devem frequentar a Catedral Metropolitana de Brasília, já que dividirão o Palácio do Jaburu enquanto Mourão for vice-presidente do Brasil, pelos próximos quatro anos.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.