Tamanho do texto

Além do presidente argentino, já está confirmada a presença do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, no evento; Trump também pode vir

Macri é mais uma autoridade que confirmou presença na cerimônia de posse de Bolsonaro, no dia 1º de janeiro, em Brasília
Reprodução/Diário Popular
Macri é mais uma autoridade que confirmou presença na cerimônia de posse de Bolsonaro, no dia 1º de janeiro, em Brasília

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, já é presença confirmada na cerimônia de posse do presidente eleito, Jair Bolsonaro, no dia 1º de janeiro de 2019, em Brasília. Tal informação foi confirmada na noite desta terça-feira (4), pelo ministro das Relações Exteriores argentino, Jorge Faurie. 

Leia também: Primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu é presença confirmada na posse de Jair Bolsonaro

Com isso, Macri se torna agora o segundo chefe de Estado a confirmar a sua presença do evento. Antes dele, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, já havia tido a sua presença confirmada pela própria equipe de Bolsonaro. 

O ministro das Relações Exteriores da Argentina estará em Brasília já nesta semana para a reunião de chanceleres do Mercosul – Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela. O evento, no entanto, está momentaneamente suspenso. 

Leia também: “Minha morte interessa a muita gente”, diz Jair Bolsonaro ao comentar post do próprio filho

Faurie disse que o esforço do encontro com os demais chancelers do Mercosul é justamente para buscar um acordo comercial entre o bloco e a União Europeia (UE). Na próxima segunda-feira (10), Faurie se reunirá com integrantes da União Europeia. O acordo entre o Mercosul e a União Europeia é negociado há quase duas décadas e esbarra em setores específicos.

O chanceler afirmou à imprensa brasileira que o presidente da Argentina "já conversou" com Bolsonaro "duas ou três vezes" e, na última ocasião, mostrou a "importância de poder fechar esse acordo" com a União Europeia. 

Leia também: "Há possibilidade", afirma Jair Bolsonaro sobre Donald Trump vir à posse em janeiro

Além de Macri e Netanyahu, outra presença possível para a cerimônia de posse do presidente eleito no Brasil é o presidente norte-americano, Donald Trump. O magnata republicano ainda não confirmou que virá, mas o seu assessor, John Bolton, que foi recebido por Bolsonaro há poucos dias, no Rio de Janeiro, garantiu que existe tal possibilidade, justamente pela relação amigável que vem sendo construída entre Trump e o futuro presidente brasileiro. 

* Com informações da Agência Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.