Tamanho do texto

Presidente eleito deseja "revelar" qual o destino do dinheiro da população nos últimos anos; nesta quinta, ele se reúne com parlamentares em Brasília

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, afirma há tempos que tem o compromisso de 'abrir caixa-preta' do BNDES
José Cruz/Agência Brasil - 6.11.18
O presidente eleito, Jair Bolsonaro, afirma há tempos que tem o compromisso de 'abrir caixa-preta' do BNDES

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), publicou nesta quinta-feira (8) em seu Twitter que tem o compromisso de abrir os sigilos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) quando assumir o governo, em janeiro. Bolsonaro disse ainda que quer "revelar" à população o destino de seu dinheiro nos últimos anos.

Leia também: Bolsonaro diz que manterá “muita coisa” do governo Temer após reunião

“Firmo o compromisso de iniciar o meu mandato determinado a abrir a caixa-preta do BNDES e revelar ao povo brasileiro o que foi feito com seu dinheiro nos últimos anos. Acredito que esse é um anseio de todos”, escreveu Bolsonaro no Twitter.





O Banco Nacional já foi alvo de investigações da Polícia Federal, que indiciou o ex-presidente da instituição, Luciano Coutinho, os ex-ministros Guido Mantega e Antônio Palocci, e o empresário da JBS Joesley Batista, suspeitos de envolvimento em operações ilícitas. 

Leia também: Bolsonaro anuncia Tereza Cristina, líder ruralista, como ministra da Agricultura

Nesta quarta-feira (7), o presidente eleito já havia dito que essa é uma prioridade para ele. “Vamos abrir todos os sigilos, sem exceção. É o dinheiro do povo e nós temos que saber onde está sendo usado" afirmou. "Na primeira semana, já é possível, até para dar matéria para vocês se preocuparem com outra coisa a não ser com o presidente", disse Bolsonaro a jornalistas. 

Pela manhã, nesta quinta-feira, o presidente eleito se reúne com parlamentares no seu apartamento funcional em Brasília, para negociar parte da reforma da Previdência. A finalidade é garantir a aprovação ainda este ano de algumas propostas de tramitação mais simples no Congresso.

Leia também: Bolsonaro reitera intenção de transferir embaixada para Jerusalém

Durante a campanha, Bolsonaro já havia prometido “abrir os arquivos” do BNDES e da Petrobras. Ambas as empresas já foram alvos de investigações da Polícia Federal por corrupção na Operação Lava Jato.

* Com informações da Agência Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.