Tamanho do texto

Presidente da Venezuela, pediu que o candidato do PSL retome relações com o país; governos da China, da Espanha e da França também se manifestaram

Líderes mundiais parabenizaram Bolsonaro pela vitória nas eleições brasileiras principalmente por meio das redes sociais
iG Arte
Líderes mundiais parabenizaram Bolsonaro pela vitória nas eleições brasileiras principalmente por meio das redes sociais

Entre este domingo (28) e a manhã desta segunda-feira (29), o candidato eleito Jair Bolsonaro (PSL) recebeu uma série de mensagens vindas do exterior. Afinal, muitos líderes mundiais parabenizaram Bolsonaro por sua vitória nas eleições presidenciais do Brasil. O novo Presidente da República recebeu mensagens de pessoas como Nicolás Maduro, o presidente da Venezuela, e Vladimir Putin, da Rússia. 

Leia também: Transição entre governos Temer e Bolsonaro começa nesta segunda-feira

Os líderes mundiais parabenizaram Bolsonaro pela vitória principalmente pelas redes sociais. Em nota publicada no Twitter pelo chanceler da Venezuela, Jorge Arreaza, Maduro parabenizou "o povo" do Brasil  e disse que  o governo “ratifica o compromisso de continuar trabalhando na luta por um mundo mais justo, multicêntrico e pluripolar, no qual prevaleça a livre autodeterminação dos povos e a não ingerência nos assuntos internos”.

O líder da Venezuela também pediu que Jair Bolsonaro retome as relações diplomáticas com o país. “O Governo Bolivariano aproveita a ocasião para exortar ao novo presidente eleito do Brasil para retomar, como países vizinhos, o caminho das relações diplomáticas de respeito, harmonia, progresso e integração regional, pelo bem-estar de nossos povos”, diz o comunicado. 


Por sua vez, Vladimir Putin, presidente da Rússia, entrou em contato com Bolsonaro por meio de um telegrama. O governante parabenizou o novo presidente e manifestou seu desejo de desenvolver ainda mais as relações com o Brasil. 

Leia também: Candidatos que apoiaram Bolsonaro dominaram 2º turno nas eleições estaduais

Putin escreveu que “aprecia muito a experiência tão significativa de cooperação mutuamente benéfica em vários campos entre os dois países como parte de uma associação estratégica”, e afirmou que espera uma cooperação no âmbito das Nações Unidas, dos Brics e do G20. 

Veja como outros líderes mundiais parabenizaram Bolsonaro

Líderes mundiais parabenizaram Bolsonaro e pediram a retomada de relações diplomáticas entre países
Reprodução/Wikipedia
Líderes mundiais parabenizaram Bolsonaro e pediram a retomada de relações diplomáticas entre países

O governo da China também parabenizou o novo presidente eleito. O porta-voz das relações exteriores, Lu Kang, disse que irá “aprofundar a cooperação mutuamente benéfica e a promover o desenvolvimento comum de ambos os países para beneficiar os dois povos”. 

Evo Morales, da Bolívia, usou o Twitter para saudar "o povo irmão do Brasil" pela participação democrática no segundo turno das eleições presidenciais. "Bolívia e Brasil são povos irmãos com laços profundos de integração”, acrescentou. 


Marine le Pen, líder de extrema-direita da França e presidente da antiga Frente Nacional, desejou boa sorte a Bolsonaro.  “Os brasileiros acabam de castigar a corrupção generalizada e a aterrorizante criminalidade que prosperaram durante os governos de extrema esquerda”, escreveu. 




O atual presidente francês, Emanuel Macron, não havia se manifestado até as 7h desta segunda-feira (29), mas a conta oficial de seu partido, A República em Marcha, publicou uma mensagem bastante crítica ao presidente eleito.

“O Brasil terá agora em seu comando um presidente orgulhosamente homofóbico, cético em relação ao aquecimento global, sexista e racista. Essa tragédia eleitoral nos força a agir. Não temos escolha, não podemos errar. Senão podemos ver o que nos espera. Progressistas de todos os países, uni-vos!”, escreveu o partido de Macron.

Pedro Sànchez, presidente da Espanha, também usou o Twitter para falar das eleições presidenciais brasileiras. O governante publicou que “o povo brasileiro decidiu o seu futuro para os próximos anos. Os desafios serão enormes. #Brasil sempre contará com a Espanha para conseguir uma América Latina mais igualitária e mais justa, a esperança que há de iluminar as decisões de qualquer governante”. 



Leia também: Bolsonaro recebe ligação de Trump e mensagem de Macri após ser eleito
Outros líderes mundiais parabenizaram Bolsonaro e também comentaram as eleições do Brasil.  Entre eles, Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, que ligou pouco após a vitória, Maurício Macri, da Argentina, Lenín Moreno, do Equador, Matteo Salvini, presidente italiano e os líderes do Peru, Colômbia, México e Chile.